02:35 14 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Reprodução da estação orbital MIR

    Estação Espacial russa Mir foi desmantelada prematuramente

    © Sputnik/ Sergei Pyatakov
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    135

    A primeira estação espacial no mundo, a Mir, deveria ter funcionado um pouco mais, embora isso não fosse viável financeiramente, disse um executivo da agência espacial russa Roscosmos.

    A União Soviética começou a colocar partes da estação espacial na órbita baixa da Terra em 1986. A Mir foi retirada da órbita e caiu no oceano Pacífico em 2001, depois de permanecer 15 anos no espaço.

    "A estação poderia ter sido mantida, agora saber até que ponto isso era justificado já é outra questão”, disse o ex-cosmonauta Sergei Krikalev à RIA Novosti.

    Krikalev, que assinalou este ano como 25° da sua primeira missão na Mir, disse que a estação espacial foi tão bem construída tecnicamente que poderia funcionar durante bastante mais tempo. "Mas voar por voar era inútil”, disse acrescentando que a Rússia planejou uma segunda estação, mas não haveria dinheiro suficiente para ambas.

    Krikalev acrescentou que ele realizou uma campanha para usar a Estação Mir como base orbital para a nascente Estação Espacial Internacional (EEI), adicionando novos módulos, em vez de montar a EEI a partir do zero. Ele disse que o plano foi de manter a Mir como uma estação espacial de reserva por mais três ou cinco anos.

    Mas a NASA, que investiu no projeto da EEI, se opôs a esta proposta e a Mir foi desmantelada depois do lançamento bem sucedido do primeiro módulo da EEI para órbita em 1998.

    Mais:

    Dia da Vitória: Cosmonautas da EEI enviam mensagem antifascista à Terra
    Roscosmos: Rússia e EUA querem aumentar a eficiência de sua cooperação na EEI
    Missão da EEI de volta à Terra
    Tags:
    Estação Espacial Internacional, MIR, EEI, Roscosmos, Rússia, União Soviética, EUA, Espaço
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik