07:03 13 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Júpiter

    NASA disposta a competir com a Rússia e Europa no espaço

    © flickr.com/ NASA / ESA / A. Simon
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    645

    A NASA pode enviar duas sondas para o satélite de Júpiter Europa, que tem um oceano sob os gelos potencialmente habitável.

    Serão a sonda "Europa-Clipper" e um pousador adicional (uma sonda espacial que tem por finalidade pousar e permanecer na superfície de um corpo celeste), cujo desenvolvimento o Congresso dos Estados Unidos se comprometeu a financiar, escreve a edição Vice.

    "Aumentamos significativamente o financiamento dos programas planetários da NASA. As últimas pesquisas mostram que o estudo do satélite Europa é muito importante para a ciência – existe alta probabilidade de haver vida no seu oceano, e tal descobrimento será um momento revolucionário para história da humanidade", disse John Culberson, o congressista republicano da Câmara dos Representantes.

    Culberson, presidente do Comitê de Dotações da Câmara no domínio da exploração espacial, disse que os legisladores devem considerar o estudo do satélite Europa um dos objetivos prioritários da NASA, e que eles estão dispostos a alocar fundos adicionais para enviar não uma, mas duas sondas para o satélite de Júpiter.

    No próximo ano, o Congresso está disposto a alocar cinco vezes mais do que a NASA pediu para preparar o voo para o Europa, focalizando no desenvolvimento do "Europa-Clipper", que custará $ 260 milhões em vez de 49 milhões (R$ 925 e R$ 174 respectivamente).

    Inicialmente, de acordo com a NASA e os legisladores, para o Europa irá a sonda "Clipper", e só depois do pouso bem sucedido será enviada a segunda sonda.

    A NASA trabalha há mais de cinco anos no projeto de estação interplanetária "Europa-Clipper", que deve tornar-se a segunda nave espacial depois da sonda "Galileo" a visitar a zona do mais misterioso e interessante satélite de Júpiter. Em maio do ano passado, a NASA definiu e anunciou uma lista de nove instrumentos científicos que vão para o Europa com a sonda.

    A sonda "Europa-Clipper" vai para ao Europa e Júpiter não sozinho – o seu vizinho e concorrente será um aparelho JUICE russo-europeu, que será lançado da Terra em 2022 e atingirá o planeta gigante aproximadamente no ano de 2030.

    Os legisladores dos EUA estão dispostos a vencer esta corrida, eles apressam a NASA e propõem lançar o "Clipper" e o pousador antes da data prevista — a plataforma orbital até o final de 2022, e o pousador – até 2024. O custo total do projeto ainda não é conhecido, mas é provável que ele seja superior a um bilhão de dólares.

    Mais:

    Nasa descobre mais de mil planetas fora do sistema solar
    NASA: EUA intentam terminar sua dependência de motores de foguetes russos
    NASA destaca necessidade de um regulamento internacional para explorar o espaço
    Tags:
    competição, NASA, Rússia, Europa, EUA, Júpiter, Espaço
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik