02:07 09 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    5151
    Nos siga no

    Este 9 de maio marca nem só a comemoração da vitória na Segunda Guerra Mundial, mas também um raro fenômeno espacial. Mercúrio vai passar pelo disco solar.

    A superfície do Mercúrio
    © NASA . JHUAPL/Instituto Carnegie de Washington
    Como o planeta é bastante pequeno e fica perto do Sol, será difícil ver o eclipse com olhos nus, mas pode ser observado com o binóculo com filtro solar ou online no site da NASA.

    O primeiro planeta do Sistema Solar é um mistério espacial por causa da sua maneira inabitual de se mover na órbita e ao redor do seu eixo. Segundo os cálculos, Mercúrio deveria girar em direção oposta da que existe.

    As explicações de tal comportamento variam, começando com os processos dentro do núcleo, acabando pelas colisões com os asteroides.

    Uma das consequências da maneira de girar de Mercúrio ao redor do Sol é que ele barra raramente a luz irradiada pelo Sol em direção à Terra. Assim, os eclipses acontecem só 13 vezes por um século.

    Estes eclipses interessam os cientistas porque a luz que se reflete nestes momentos da superfície de Mercúrio deixa resolver os mistérios da composição química do ar e subsolo do planeta. E os amadores da astronomia podem tirar fotografias dum dos fenômenos mais raros do Sistema Solar.

    Mais:

    Estudantes russos vão ao espaço em aulas de astronomia
    Por que cosmonautas russos iam ao espaço armados?
    NASA: cooperação espacial é fator estabilizador nas relação entre Rússia e EUA
    SpaceX pretende enviar sua primeira nave espacial a Marte em 2018
    Sonda espacial Cassini-Huygens descobre 'água' no maior lago de Titã
    Tags:
    eclipse, NASA, Mercúrio, Espaço
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar