23:33 20 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    O logotipo da sueca Volvo

    Magia de verdade: agora seu carro é quem dirige

    © Sputnik/ Vladimir Pesnya
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    130821

    Os britânicos comuns terão a oportunidade de experimentar carros autodirigidos nas ruas de Londres em 2017, anunciou a sueca Volvo nesta semana.

    De acordo com um comunicado da empresa sobre veículos autônomos, os carros semiautônomos serão lançados para realizar o plano de testar uma versão mais avançada – e completamente autônoma – em 2018.

    A campanha Drive Me London (Me Dirija Londres) começará no início de 2017, com apenas um número limitado de veículos autônomos, para expandir em 2018, com até 100 carros, sendo o maior e o mais extenso programa de testes de veículos deste tipo no Reino Unido, diz o comunicado.

    Os suecos têm a impressionante fama de serem os motoristas mais cautelosos da Europa (com um dos mais baixos índices de acidentes), e a empresa Volvo vê os veículos autônomos como um instrumento importante para reforçar ainda mais a segurança de condução, mas a própria existência de carros autodirigidos suscita um leque de questões jurídicas, como a responsabilidade.

    "A condução autônoma representa um salto na segurança de veículos", disse o chefe da Volvo, Hakan Samuelsson. "Quanto mais cedo os veículos autodirigidos apareçam nas ruas, tanto mais cedo a condução será segura", continuou ele, se referindo à promessa da empresa de que ninguém vai ser seriamente ferido ou morto no novo carro de Volvo, pelo menos antes de 2020.

    Segundo a Volvo, os veículos autônomos e semiautônomos vão transportar passageiros às suas destinações sem intervenção humana, exceção sendo feita para épocas com condições perigosas devido ao mau tempo ou alguma emergência.

    Os "olhos e orelhas" dos carros são as câmeras de 360 graus, dispositivos GPS e outros sensores que ajudam a reduzir o perigo e evitar colisões.

    Os primeiros testes controlados de carros autodirigidos começaram na sede da empresa em Gotemburgo, em 2014. No próximo ano, os habitantes de Gotemburgo também terão uma oportunidade de fazer um test drive com um desses.

    Volvo, em cooperação com a Google, a Ford e o Uber, é membro fundador da Coalizão de Carros Autônomos para Ruas Mais Seguras, que tenta unificar o código dos EUA para carros autônomos para promover a tecnologia.

    No dia 28 de março de 2010, a Ford acertou a venda da Volvo para a chinesa Zhejiang Geely Holding Group, em uma transação envolvendo $ 1,8 bilhão (R$ 6,29 bilhões).

    Mais:

    Escândalo: Policial posa nua no carro
    Atentado com carro-bomba deixa um morto e pelo menos 25 feridos na Turquia
    Carro ecológico pega multa por ser nocivo
    Tags:
    veículo autônomo, Volvo, Reino Unido, Suécia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik