10:12 15 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Ibn Sina

    Supernova e antiga: cientistas acham descrição de fenômeno celeste de filósofo árabe

    © flickr.com / Blondinrikard Fröberg
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    131
    Nos siga no

    Pela primeira vez, os cientistas estudaram um texto do cientista medieval Ibn Sina (conhecido por seu nome latinizado Avicena), que vivia no século XI. No texto, o sábio descreveu observações de uma supernova no ano 397 do calendário hegírico, calculado como 1006 D.C.

    Uma imagem de Crab Nebula (que é restos expandidos de uma supernova) tirada pelo telescópio Hubble.
    © NASA . ESA/Universidade Estatal de Arizona
    Os cientistas que estudaram o relato de Avicena acreditam que esta obra foi escrita quando ele estava no território do atual Irã, Turcomenistão ou Uzbequistão, mais provavelmente o último. Eles traduzem a sua descrição da aparência visual da supernova, a sua direção e outros parâmetros.

    O medieval escreveu que o objeto era "sem cauda", o que o distinguia dos objetos transitórios mais comuns, como cometas com caudas.

    A nova estrela “estava ficando a cada vez menos brilhante antes de desaparecer", e "se tornou menos brilhante ainda e desapareceu", escreveu ele.

    "No início dava a impressão de ser escura e verde, depois ela começou a lançar faíscas e tornou-se mais e mais branca", continua o relato.

    Um texto de Ibn Sina sobre a supernova decoberto recentemente
    © Foto / arxiv.org
    Um texto de Ibn Sina sobre a supernova decoberto recentemente

    O seu relatório em árabe é uma das várias descrições históricas de supernovas que ajudam os cientistas na sua compreensão destes eventos celestes, esta obra adicionou a nova informação sobre a supernova que também foi observada em 1006 D.C. em Iêmen, Marrocos, China e Japão.

    Os cientistas modernos também provêm às astrônomos as informações sobre observações de supernovas em 1054 (de Ásia Oriental e da Arábia), 1181 (Ásia Oriental), 1572 e 1604 D.C. (os dois últimos observados no leste da Ásia e Europa).

    "Relatórios históricos contêm a data da observação (daí, se esclarece a idade de supernova e, se existe, da estrela de nêutrons), juntamente com uma curva de luz (portanto, possivelmente, se esclarece o tipo de supernova), e por vezes, a cor e sua evolução e a posição", explicaram os cientistas no seu artigo, publicado no site ArXiv.org.

    Avicena (980-1037 D.C.) foi um médico e filósofo persa que é considerado como o mais famoso e influente filósofo e cientista medieval do mundo islâmico.

    Mais:

    Astronauta da NASA saúda rapaz russo que foi alvo de bullying
    Roscosmos: NASA está interessada em utilizar cosmódromo russo Vostochny
    NASA projeta reinstalar asteroide em espaçonave
    Tags:
    supernova, história, Ibn Sina, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar