12:22 15 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    5173
    Nos siga no

    O lançamento do foguete Soyuz-2.1a com os satélites Lomonosov, Aist-2D e SamSat-218 está previsto para 27 de abril. Os satélites são destinados à realização de experiências científicas e à gestão de pequenos aparelhos espaciais.

    O foguete-portador Soyuz-2.1a com os satélites Lomonosov, Aist-2D e SamSat-218 estão instalados na plataforma de lançamento, informa o serviço de imprensa da Roscosmos.

    O lançamento marcado no dia 27 de abril será o primeiro do novo cosmódromo.

    Começaram os trabalhos do primeiro dia de lançamento. Estão programados os testes experimentais e de verificação dos sistemas do foguete-portador e do bloco de lançamento Volga, refere o comunicado da Roscosmos.  

    O satélite Lomonosov é destinado à realização de pesquisas cosmológicas fundamentais, ao estudo dos chamados eventos luminosos transientes (TLE, na sigla inglesa, eletrometeoros caracterizados por emissões óticas de curta duração) na alta atmosfera, bem como à investigação das características de radiação da magnetosfera terrestre.

    O Aist-2D é um satélite de sensoriamento remoto da Terra.

    Satélite Aist 2-D
    © Foto / RKTs Progress
    Satélite Aist 2-D

    O nanosatélite SamSat-218 faz parte do complexo científico Kontakt, cujo objetivo é processar a tecnologia de controlo de pequenos satélites em órbita.

    Cosmódromo de Vostochny
    © Sputnik
    Cosmódromo de Vostochny

    Mais:

    Roscosmos: NASA está interessada em utilizar cosmódromo russo Vostochny
    Roscomos desenvolverá turismo nos cosmódromos de Baikonur e Vostochny
    Construção do cosmódromo de Vostochny
    Tags:
    tecnologia, satélite, espaço, Centro Espacial de Vostochny, Roscosmos, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar