06:53 13 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Policial da Coreia do Sul

    Assédio visual existe: teste permite detectar estupradores pelo olhar

    © AFP 2017/ JUNG YEON-JE
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    219

    Os cientistas sul-coreanos parecem ter encontrado uma maneira de identificar os estupradores e pedófilos com um teste simples, que detecta o movimento dos olhos.

    De acordo com o jornal Herald Gyeongje, um grupo de psicólogos da Universidade de Chungnam decidiu realizar um experimento com os criminosos sexuais que estão na reabilitação em uma das clínicas da Coreia do Sul, e comparar os resultados com alunos comuns da universidade.

    Os cientistas mostravam fotos de homens e mulheres adultos e adolescentes de ambos os sexos aos observados, e depois analisavam os movimentos dos seus olhos. Como resultado, se tornou claro que as imagens com adultos não atraem a atenção nem dos criminosos sexuais nem das pessoas normais. Ao mesmo tempo, ao olharem as meninas, estupradores pararam o olhar nelas, sendo o tempo médio duas vezes maior. Além disso, os cientistas notaram que se durante a mostra das imagens forem ditas frases de caráter sexual, aparece uma diferença significativa no movimento dos olhos, o que permite identificar mais rápido as pessoas propensas ao abuso sexual de crianças e adultos.

    Segundo os cientistas, eles ainda não têm dados bastantes para tirar conclusões finais, mas estão confiantes em continuar as pesquisas. As autoridades sul-coreanas estão esperando que o uso de tais testes, se a eficácia deles for confirmada, poderia ajudar a detectar potenciais estupradores, que na vida cotidiana são geralmente bastante calmos e dão a impressão de pessoas normais. No entanto, apesar da diminuição do número total de crimes violentos nos últimos anos, o número dos crimes sexuais na Coreia do Sul continua a crescer rapidamente.

    No dia 1 de abril de 2016 a polícia sul-coreana, junto com colegas holandeses, fecharam 15 servidores do maior site de pornografia no país – o Sora.net. Seus usuários, segundo as observações da polícia, eram mais de 1 milhão das pessoas. Nos servidores confiscados pelas autoridades estavam armazenados até 120 TB de conteúdo ilegal.


    Mais:

    Soldados franceses na África serão investigados por suspeitas de pedofilia
    Polícia Federal prende militar no Rio por pedofilia
    Campanha criativa combate pedofilia no Brasil
    Tags:
    pornografia, estupro, cientistas, pedofilia, Holanda, Coreia do Sul
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik