15:10 23 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Telescópio gigantesco FAST está construído em Pingtang na província sudoeste chinesa de Guizhou, China, 29 de julho de 2015

    China desloca 9 mil pessoas para apanhar extraterrestres

    © AFP 2017/ Stringer
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    115547281

    No ano passado, tornou-se público que a China praticamente completou a construção do Telescópio Esférico (FAST), destinado a monitorar o céu para captar sinais de vida extraterrestre, informou a publicação digital Quartz na terça-feira (16).

    Este telescópio de rádio é um aparelho de 500 metros que pode conter 30 campos de futebol. A sua construção foi iniciada em 2011 e deve ser completada neste ano.

    O problema é que, para colocar o telescópio em funcionamento, o governo terá que deslocar 9,1 mil habitantes chineses que moram em um raio de 5 km nos arredores da província sudoeste de Guizhou.

    Segundo a Quartz, o oficial do Partido Comunista em Guizhou, Li Yuecheng, disse que este passo é necessário para criar “um ambiente de ondas eletromagnéticas” para o telescópio.

    Este irá captar ondas de rádio em vez de luz visível. O cientista-chefe do FAST, Nan Rendong, entrevistado pela agência noticiosa chinesa Xinhua, comparou o telescópio com um ouvido muito sensível que pode discriminar entre sons no ruído branco do Universo.

    A publicação destaca que centenas de milhares de pessoas foram deslocadas na China durante a construção de infraestruturas e cerca de 1,5 milhão foram forçadas a se mudar na altura de preparações para os Jogos Olímpicos de 2008.

    Tags:
    deslocamento, vida extraterrestre, ciência, espaço, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik