23:10 18 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    O pôr do Sol sobre o lago Baikal

    Cientistas chineses triplicam, em plasma, a temperatura do Sol

    © Sputnik / Valeriy Melnikov
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    16213

    Cientistas chineses conseguiram aquecer amostras de plasma até temperatura de 49,99 milhões de graus Celsius e mantê-lo num campo magnético durante 102 segundos, informou nesta sexta-feira (5) o jornal chinês Diário do Povo (Renmin Ribao, em chinês).

    Além disso, os cientistas pretendem aquecer amostras de plasma no tokamak EAST (reator experimental de fusão nuclear) até 100 milhões de graus Celsius.

    Cabe mencionar que a temperatura da superfície solar é cerca de 6 mil graus Celsius e a do núcleo solar é de 15 bilhões de graus Celsius; já a temperatura mais alta que um homem jamais conseguira induzir a algo é um pouco superior aos 10 trilhões de graus Celsius (esta foi atingida em 2010 no Grande Colisor de Hádrons).

    Cientistas do mundo creem que esta foi a temperatura do Universo no momento do seu nascimento, no momento de Big Bang.

    O experimento chinês com plasma realizado por cientistas chinesas foi realizado em um laboratório na cidade de Hefei (capital da província de Anhui) nos finais de janeiro.

    Tokamak chinês EAST (reator experimental de fusão nuclear)
    © AP Photo / Xinhua, Cheng Li
    Tokamak chinês EAST (reator experimental de fusão nuclear)
    O Diário do Povo informou que o resultado atingido no âmbito do experimento é um recorde para reator tipo tokamak, e a meta próxima divulgada pelo jornal é manter a plasma aquecida até 100 bilhões de graus durante 1.000 segundos.

    A ideia de manutenção do plasma aquecida até temperaturas máximas foi pela primeira vez na história nos meados do século XX realizada no Instituto Kurchatov, a instituição que lidera a pesquisa e desenvolvimento na área da energia nuclear na Rússia.

    Em comparação com outros reatores o tokamak usa energia elétrica para manter a temperatura do plasma aquecida, e não o campo magnético. O campo magnético é criado em torno do reator deste tipo.

    O alvo principal de experimentos em reatores deste tipo é o estudo do conceito de manutenção magnética do plasma para criar um reator termonuclear.

    Tags:
    plasma, tokamak, pesquisa, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik