08:33 26 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Imagem da Lua, Toulouse, França, 25 de outubro de 2015

    Rússia adia planos de exploração da Lua até 2025

    © AFP 2018 / REMY GABALDA
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    1465

    A agência espacial russa Roscosmos deixará de realizar voos tripulados à Lua e outras atividades relacionadas com estes voos pelo menos até 2025, informou nesta terça-feira (29) o jornal russo Izvestia.

    O jornal fez a divulgação citando a versão atualizada do Programa Federal Espacial.

    Segundo esta última, entre 2016 e 2025 será suspenso o desenvolvimento do complexo de pouso lunar, de uma estação orbital lunar, de equipamento de proteção individual lunar e de um sistema de software robótico para voos à Lua.

    Em 2012, o vice-primeiro-ministro russo Dmitry Rogozin, que supervisiona a indústria espacial da Rússia, sugeriu instalar uma base de pesquisa na Lua e prometeu acompanhar pessoalmente e dirigir todos os processos relacionados com a sua construção e funcionamento no futuro. 

    Buraco negro
    © AFP 2018 / EUROPEAN SOUTHERN OBSERVATORY - M. KORNMESSER
    Em meados do ano corrente, a empresa espacial russa Energia declarou que a primeira missão lunar não tripulada russa seria realizada em 2025, enquanto um pouso lunar estaria planejado para 2029.

    Mas a Roscosmos decidiu suspender o projeto e o Programa Federal Espacial não inclui despesas para estes itens.

    O Izvestia nota que a decisão permitirá economizar cerca de 88.5 bilhões de rublos (1.2 bilhões de dólares em taxa cambial corrente).

    Mais:

    Fascinante: cosmonauta russo mostra como a Terra é realmente
    Tags:
    espaço, base espacial, Roscosmos, Dmitry Rogozin, Lua, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik