00:04 06 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Pessoal médico de Kaliningrado treina ações contra ebola

    Remédio russo é testado em humanos para combater uma das maiores ameaças mundiais

    © Sputnik / Igor Zarembo
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    Remédio russo contra ebola (15)
    6331
    Nos siga no

    A vice-primeira-ministra russa Olga Golodets confirmou que os testes de vacina contra a febre ebola estão tendo êxito.

    Golodets fez esta declaração nesta quarta-feira (23) durante um briefing.

    "Já estamos usando [a vacina]", disse Golodets, respondendo à pergunta sobre os últimos testes. Ao ser perguntada sobre os resultados preliminares dos testes em pessoas, ela disse que têm sido bem sucedidos.

    O ebola, doença endêmica da África Ocidental, teve seu surto mais recente em 2014. Começou em fevereiro daquele ano, ganhando rapidamente dimensões epidêmicas. Os países mais atingidos foram a Guiné-Conacri, a Serra Leoa e a Libéria.

    Fontes na Guiné-Bissau tinham afirmado que o país não registrou casos de epidemia no seu território.

    Mais de 11 mil pessoas morreram em resultado da doença, mais de 28 mil foram infetados.

    O ebola foi temido não só na África. Houve suspeitas de casos de infeção na Rússia, no Brasil e na Espanha, todos não confirmados.

    A doença foi listada entre as maiores ameaças do mundo em várias listas não oficiais.

    Mais cedo neste mês de dezembro, no dia 17, a fabricante russa de caminhões KAMAZ enviou um lote de veículos com apoio médico à Guiné-Conacri.

    "Trata-se de 16 caminhões KAMAZ, inclusive veículos com módulos médicos a bordo, carros munidos de guindastes Palfinger, uma oficina de reparação mecânica e um caminhão-tanque para reabastecimento, além de três contêineres de medicamentos e componentes de automóvel", reza o comunicado da KAMAZ.

    Veículos KAMAZ em uma exposição
    © Sputnik / Said Tsarnaev
    Veículos KAMAZ em uma exposição

    Os veículos fazem parte do programa de ajuda à Guiné patrocinado pelo Ministério para Situações de Emergência da Federação da Rússia.

    No início de 2015, o governo da Rússia destinou 8 milhões de dólares do orçamento federal para o combate ao ebola na África.

    Em finais de 2014, o Grupo de Esposas de Embaixadores Africanos (GAAW, na sigla em inglês) organizou um projeto, através da embaixada de Angola em Moscou, para arrecadar mais verbas para este fim.

    Tema:
    Remédio russo contra ebola (15)
    Tags:
    ebola, medicina, Olga Golodets, Guiné, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar