10:42 18 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    A Terra vista da Estação Espacial Internacional

    Coreia do Norte se prepara para lançar foguetes e levar satélites ao espaço

    © Foto / NASA/Reid Wiseman
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 211
    Nos siga no

    Dois funcionários do alto escalão da Associação Aeronáutica Nacional de Desenvolvimento (NADA) da Coreia do Norte concederam entrevista à mídia dos EUA relatando que o país asiático está pronto para lançar foguetes e satélites para o espaço. Eles disseram que a iniciativa encontra-se em seus “preparativos finais” sem especificar datas.

    O diretor de Desenvolvimento Científico da NADA, Hyon Gwang, e o chefe do Centro de Controle de Satélites, Kim Gun Song, receberam o jornalista Will Ripley, da CNN, na sede do órgão norte-coreano e contaram alguns detalhes do programa especial da Coreia do Norte. Segundo eles, os cientistas do país conseguiram um grande progresso nas últimas semanas e disseram que o trabalho agora se concentra no aperfeiçoamento do sistema de lançamento e de controle dos satélites.

    “Temos nossa programação e o nosso próprio programa de lançamento de satélites pacíficos. Temos conseguido bons progressos no nosso trabalho. Nosso objetivo final é transformar a Coreia do Norte em uma grande potência espacial”, afirmou Hyon.

    O diretor da NADA não marcou data para o lançamento do primeiro dos satélites programados, embora a especulação internacional seja de que isto aconteça no dia 10 de outubro, Dia da Fundação do Partido dos Trabalhadores da Coreia do Norte. Hyon destacou a dificuldade e o trabalho científico e tecnológico do processo e que, por isso, “não é algo que você deve-se implementar em um determinado dia”.

    Sobre as preocupações internacionais quanto ao projeto espacial norte-coreano, o diretor da NADA reconheceu que estas existem, mas garantiu que o trabalho tem fins pacíficos e que a vontade e a determinação do país não mudarão porque a iniciativa beneficiará a vida de 24 milhões de pessoas na Coreia do Norte.

    “Por que diabos temos qualquer intenção de deixar cair mísseis nucleares sobre as cabeças de pessoas em todo o mundo, incluindo, naturalmente, o povo dos EUA?”, afirmou Hyon.

    Já Kim Gun Song afirmou à CNN que, apesar das dificuldades econômicas, o país continuará investindo em seu programa espacial, “independentemente do que as pessoas falam”. O chefe do Centro de Controle de Satélites realçou o teor pacífico do projeto e acrescentou que a “ameaça real” é os EUA e outras potenciais mundiais, que possuem grandes orçamentos e capacidade de usar o espaço militarmente.

    Na reportagem, Will Ripley relatou que a recém-inaugurada sede da NADA fica em um bairro residencial de Pyongyang, em nada aparentando ser uma instalação militar complexa, como alguns observadores internacionais defendem. O jornalista contou que passou por uma inspeção de segurança sem muitas exigências e que, entretanto, foi recebido no pátio, não tendo acesso ao interior das instalações.

    Tags:
    fins pacíficos, satélites, projeto, armas nucleares, programa espacial, mísseis, foguete, lançamento, Dia da Fundação do Partido dos Trabalhadores, NADA, Centro de Controle de Satélites, Associação Aeronáutica Nacional de Desenvolvimento, Kim Gun Song, Hyon Gwang, Coreia do Norte, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar