11:34 17 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0121
    Nos siga no

    A tripulação da Estação Espacial Internacional (ISS) passou por um grande susto na quinta-feira (16). Os três ocupantes precisaram se refugiar na nave Soyuz, que fica acoplada à base orbital, com medo da colisão com restos de um antigo satélite meteorológico.

    Esta foi apenas a quarta vez que o procedimento de precaução precisou ser tomado nos 15 anos da estação, que tem a bordo atualmente os cosmonautas russos Mikhail Kornienko e Gennady Padalka e o astronauta norte-americano Scott Kelly. Os três receberam a orientação de abandonar a base em caso de colisão. Uma hora depois, porém, estavam de volta às suas rotinas.

    A NASA informou, em sua conta no Twitter, que o lixo espacial se aproximou da ISS a uma velocidade de 12,8 km por segundo (46.080 km/h) e que os restos do satélite passaram pela base orbital sem perigo. A agência espacial estima que haja, aproximadamente, 500 mil pedaços de lixo espacial em órbita da Terra.

    Tags:
    EUA, Rússia, Terra, Mikhail Kornienko, Gennady Padalka, Scott Kelly, NASA, Twitter, Estação Espacial Internacional, ISS, Soyuz, colisão, lixo espacial, base orbital, órbita, satélite
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar