07:21 18 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Estação Espacial Internacional (EEI)

    Marcos Pontes quer formar novos astronautas profissionais no Brasil

    © NASA.
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 36361

    O único astronauta brasileiro que esteve na Estação Espacial Internacional quer agora formar uma nova geração de astronautas no Brasil.

    Na véspera do 9º aniversário do projeto conjunto russo-brasileiro Missão Centenário, o primeiro astronauta do Brasil, Marcos Pontes, concedeu uma entrevista exclusiva à Sputnik.

    O astronauta, que é também professor de Engenharia Aeronáutica na Universidade de São Paulo (USP), falou sobre o seu quarto livro, lançado mais cedo em março, “Caminhando com Gagarin”. Ele disse que guarda boas lembranças sobre a época do treinamento, na Cidade das Estrelas (campo de treinamento na cidade de Korolev, perto de Moscou), e confessa que gostaria de voltar ao espaço mais uma vez. 

    No entanto, “a probabilidade de voltar lá no momento que o país vive agora é muito baixa”, lamenta Pontes, comentando a situação atual da ciência e da política. “Mas não é nula” a possibilidade, sublinha.

    “Eu tenho também a esperança de ajudar na formação de um astronauta profissional do Brasil. Eu quero ver outra pessoa carregando essa bandeira também”, frisa o professor Pontes.

    Há 9 anos, em 29 de março de 2006, o primeiro astronauta brasileiro embarcou na espaçonave Soyuz TMA-8 para chegar à Estação Espacial Internacional (EEI), no quadro do projeto conjunto russo-brasileiro Missão Centenário. Até hoje, aquela foi a única entrada brasileira na EEI.


    Mais:

    Brasil precisa modificar legislação para fomentar ciência, opina astronauta
    Tags:
    Missão Centenário, Estação Espacial Internacional (EEI), astronautas, Marcos Pontes, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik