15:55 27 Julho 2017
Ouvir Rádio
    Grande Colisor de Hádrons (LHC)

    Cern: Brasil pode ficar fora do maior experimento de física da história

    © East News/ Cern
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 2305178

    O Centro Europeu de Pesquisas Nucleares (Cern) alerta que o Brasil corre o risco de ficar fora do maior experimento da física se não acelerar sua adesão à entidade.

    Há quatro anos, diplomatas brasileiros mediaram a assinatura de uma carta de intenções entre o Ministério da Ciência e Tecnologia e o Cern. No fim de 2013, depois de três anos de uma arrastada negociação, o Conselho Executivo do Cern deu luz verde para que um tratado de adesão fosse desenhado entre a entidade, com sede em Genebra, e Brasília.

    O acordo foi traçado e enviado ao Brasil. No entanto, até agora não existe um entendimento e, até que o acordo seja aprovado e depois ratificado pelo Congresso Nacional, o risco é de que o Grande Colisor de Hádrons (LHC), o maior acelerador de partículas do mundo, já tenha cumprido parte de sua missão.

    A adesão ao Cern deve custar US$ 10 milhões por ano ao Brasil, mas abrirá as portas para licitações milionárias, bem como para a formação de centenas de cientistas que poderão participar do projeto.

     

    Estadão Conteúdo


    Mais:

    Cientistas querem recriar o Big Bang
    Tags:
    física quântica, LHC, Cern, Genebra, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik