21:42 24 Julho 2017
Ouvir Rádio
    JSC Information Satellite Systems - Reshetnev Company

    Gazprom cancela contrato com companhia espacial francesa

    © Sputnik/
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 1284292

    Segundo o construtor geral da Gazprom Space Systems, Nikolai Sevastianov, a reformulação aconteceu por necessidade de ampliar a participação de empresas russas no projeto do satélite Yamal-601.

    O operador de comunicação por satélite, Gazprom Space Systems (GSS), está reavaliando a sua parceria com a empresa francesa Thales Alenia Space. Thales venceu o concurso para construção do satélite Yamal-601 em 2013.

    O conselho de diretores da GSS aprovou o contrato com Thales Alenia Space France (TASF) em dezembro de 2013. O satélite de 5,7 toneladas seria construído com base na plataforma da TASF Spacebus 4000 e ficaria em órbita por 15 anos.  

    "Estávamos planejando construir o satélite com ajuda da francesa Thales Alenia Space France, mas com a alteração da situação do câmbio do rublo o contrato foi repassado para a russa JSC Information Satellite Systems — Reshetnev Company”, disse Aleksandr Shmygov, assessor de imprensa da Khrunichev State Research and Production Space Center, informa Izvestiya. O centro fechou contrato com GSS na semana passada e será responsável pelo lançamento do Yamal-601. 

    Já o construtor geral da GSS, Nikolai Sevastianov, disse que a reformulação do contrato foi ditada pela “necessidade de ampliar a participação das empresas russas nesse projeto”. 

    Uma outra companhia francesa, EADS Astrium, também pode perder o seu contrato de construção do satélite Express-AMU2, encomendada pela companhia Russian Satélite Communications Company. A empresa russa provavelmente repassará o contrato para JSC Information Satellite Systems — Reshetnev Company.

    A Gazprom Space Systems foi fundada em 1992. A gigante estatal do gás russo, Gazprom, detém 79,8% das ações da empresa.

    Tags:
    satélite, JSC Information Satellite Systems - Reshetnev Company, EADS Astrium, Thales Alenia Space France, Gazprom Space Systems, França, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik