06:11 15 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Ceres

    Cientistas notam luzes estranhas em planeta anão

    © NASA. JPL-Caltech/UCLA/MPS/DLR/IDA
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 132

    Aparelho da NASA entrará na órbita de Ceres em 6 de março.

    Os cientistas da NASA responsáveis pela missão não tripulada da espaçonave Dawn (Madrugada, em inglês), que está se aproximando do planeta anão Ceres, ficaram surpreendidos e intrigados ao ver dois pontos extremamente luminosos sobre a superfície do planeta.

    As imagens tomadas em 19 de fevereiro, quando a Dawn estava a 46 mil km de Ceres, mostram claramente um ponto brilhante e perto dele outro, um pouco menos brilhante e menor em tamanho.

    Anteriormente, a NASA havia obtido imagens que mostravam uma destas luzes, a maior. Mas naquelas fotos não se podia enxergar o segundo ponto.

    Ceres em 19 de fevereiro
    © NASA. JPL-Caltech/UCLA/MPS/DLR/IDA
    Ceres em 19 de fevereiro
    "O ponto mais brilhante é ainda muito pequeno para que a nossa câmera possa distingui-lo, mas, não obstante o seu tamanho, é o mais brilhante na superfície de Ceres. É totalmente inesperado e continua sendo um mistério para nós", disse Andreas Nathues, responsável da equipe das câmeras do aparelho, do Instituto de Estudos do Sistema Solar Max Planck (Alemanha), citado pela NASA.

    Vesta fotografada em 3 de maio de 2011
    © NASA. JPL-Caltech/UCLA/MPS/DLR/ID
    Vesta fotografada em 3 de maio de 2011
    O orientador da missão, Chris Russell, da Universidade da Califórnia (EUA), sugere que o brilho pode ser resultado de atividade vulcânica, mas alerta que antes que a câmera se aproxime do planeta a uma distância suficiente para distinguir objetos, as versões não passam de especulações.

    Antes de dirigir-se rumo a Ceres, o aparelho não tripulado Dawn tinha estudado o asteroide gigante Vesta.

    Ceres, situado no cinturão de asteroides entre Marte e Júpiter, é classificado como planeta anão, como Plutão (que anteriormente tinha sido considerado pelos cientistas como um planeta normal).

    Mais:

    Irã poderá enviar homem ao espaço em 4-5 anos
    Cardápio espacial: café espresso, bebidas licorosas? Tripulantes da EEI revelam segredos
    Preparação do lançamento do veículo espacial IXV em 74 segundos
    Planetas próximos de anãs vermelhas podem ser capazes de hospedar vida
    Tags:
    espaço, NASA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik