15:31 18 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Charges

    Querendo distrair atenção para quê?

    Charges
    URL curta
    10731
    Nos siga no

    O Senado dos EUA apelou para o Departamento de Estado para este incluir a Rússia na lista dos patrocinadores do terrorismo. Cabe ao secretário de Estado resolver quanto à tomada da medida.

    Querendo distrair atenção para quê?

    No momento, tal designação é aplicada pelos EUA em relação a países como a Coreia do Norte, Sudão e Irã. Se a iniciativa conseguir fôlego, sanções mais duras contra Moscou podem ser adotadas.

    O Departamento de Estado tem até 90 dias para responder às solicitações do projeto de lei, que deve ir a voto na Câmara dos Deputados e no Senado dos EUA.

    Mais:

    'Foi governamental': Irã afirma que se defendeu de um 'grande ataque cibernético'
    Congresso dos EUA aprova sanções contra Turquia por S-400
    Tags:
    terrorismo, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar

    Mais charges

    • Apagando Oriente Médio com fogo da OTAN
      Last update: 13:12 10.01.2020
      13:12 10.01.2020

      Apagando Oriente Médio com fogo da OTAN

      Donald Trump declarou que a OTAN deve aumentar sua presença no Oriente Médio, especialmente agora, em meio às tensões com o Irã.

    • Sputnik deseja um Feliz 2020!
      Last update: 11:00 31.12.2019
      11:00 31.12.2019

      Sputnik deseja um Feliz 2020!

      A equipe da Sputnik Brasil deseja um ótimo Ano Novo para todos nossos leitores e agradece por estarem com a gente durante todo o ano passado!

    • Queda do Brasil do 'berço' China-EUA.
      Last update: 11:59 26.12.2019
      11:59 26.12.2019

      Queda do Brasil do 'berço' China-EUA

      Apesar do acordo comercial entre a China e os EUA poder contribuir para a normalização da economia mundial, o Brasil é que pode sofrer com esta aliança.

    • Essa música deliciosa de Trump
      Last update: 12:42 24.12.2019
      12:42 24.12.2019

      Essa música deliciosa de Trump

      Declarações de Donald Trump sobre o acordo comercial com a China causaram optimismo nas bolsas principais dos EUA, fazendo com que índices de Wall Street atingissem níveis máximos.