14:49 20 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Charges

    Aterrissagem nem um pouco leve

    Charges
    URL curta
    381
    Nos siga no

    O risco mais sério para a economia global em curto prazo, comparado com a crise de 2008, é a saída do Reino Unido da União Europeia sem um tratado ratificado sobre as condições deste processo.

    Aterrissagem nem um pouco leve

    Eis a opinião de Lorenzo Bini Smaghi, presidente do Conselho de Administração do banco Société Générale.

    "Existem vários riscos na economia global. Acho que o maior deles em curto prazo é o Brexit, já que é muito difícil predizer como será o canal [de influência] sobre a economia global. O efeito psicológico nas bases, nos ânimos, pode ser muito forte, o efeito nos mercados financeiros também pode ser devastador, como nós vimos, por exemplo, com o Lehman Brothers em 2008", apontou.

    Mais:

    Oposição rechaça eleições e parlamento aprova lei contra Brexit sem acordo
    4ª derrota: Parlamento diz não e barra plano de Johnson para antecipar eleições
    Johnson tenta impedir nova extensão do Brexit
    Tags:
    Reino Unido, Brexit
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar

    Mais charges

    • Bolsonaro cortando Amazônia mais do que devia
      Last update: 12:41 20.11.2019
      12:41 20.11.2019

      Bolsonaro cortando Amazônia mais do que devia

      Segundo especialista ouvida pela Sputnik, a política do governo do Brasil no campo do meio ambiente pode explicar o maciço desmatamento da Amazônia.

    • Deu branco na Europa sobre quem é culpado
      Last update: 13:34 12.11.2019
      13:34 12.11.2019

      Deu branco na Europa sobre quem é culpado

      Chanceleres da França, Alemanha e Reino Unido, em um comunicado conjunto, expressaram grande preocupação com as recentes declarações do Irã sobre enriquecimento de urânio.

    • Nem todos enxergam 'morte' da OTAN
      Last update: 12:12 08.11.2019
      12:12 08.11.2019

      Nem todos enxergam 'morte' da OTAN

      Em entrevista à revista The Economist, o presidente francês Emmanuel Macron se pronunciou sobre o estado atual da aliança OTAN, entretanto, nem todos os líderes mundiais concordaram com a avaliação dele.

    • Amor não correspondido
      Last update: 11:54 06.11.2019
      11:54 06.11.2019

      Amor não correspondido

      O cientista político e professor do Departamento de Relações Internacionais da UERJ, Mauricio Santoro, chamou as relações entre o Brasil e os EUA de "amor não correspondido", caracterizando as tentativas do governo Bolsonaro de construir relação preferencial com os EUA.