11:09 22 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Charges

    Quando já cansou de explicar sua ausência na Lua

    Charges
    URL curta
    427

    Segundo o administrador da NASA, Jim Bridenstine, os EUA suspenderam o programa espacial lunar e não pousaram em Marte devido ao "risco político", especificando que se trata da falta de financiamento.

    Quando já cansou de explicar sua ausência na Lua

    De acordo com Bridenstine, se não fosse por este motivo, os americanos já estariam tanto na Lua como em Marte.

    "Existem dois riscos. Há um risco técnico e um político. Estaríamos na Lua agora mesmo se não fosse pelo risco político. Estaríamos em Marte, muito francamente, se não fosse pelo risco político", disse.

    Mais:

    Após 50 anos, chefe da Apollo revela 'segredo' por trás da missão da NASA à Lua
    Índia cancela missão à Lua a menos de 1 hora da decolagem
    Tags:
    Jim Bridenstine, NASA, Marte, Lua
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar

    Mais charges

    • Está difícil ganhar essa Batalha Naval, né, EUA?
      Last update: 10:47 21.08.2019
      10:47 21.08.2019

      Está difícil ganhar essa Batalha Naval, né, EUA?

      Apesar da pressão dos EUA para prolongar a prisão, o petroleiro iraniano Grace 1 foi liberado por um tribunal de Gibraltar e se dirigiu à Grécia.

    • Que orelhão em...
      Last update: 11:00 15.08.2019
      11:00 15.08.2019

      Que orelhão, hein?

      Microsoft reconheceu que seus empregados podem ouvir os áudios dos usuários.

    • Privacidade sem limites
      Last update: 09:02 14.08.2019
      09:02 14.08.2019

      Privacidade sem limites

      Facebook transcrevia os áudios de seus usuários empregando trabalhadores externos, sem lhes explicar o objetivo da transcrição e origem das gravações.

    • Quando uma palavra amiga cai bem
      Last update: 09:53 13.08.2019
      09:53 13.08.2019

      Quando uma palavra amiga cai bem

      O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, está querendo uma declaração pública do presidente dos EUA, Donald Trump, na véspera das eleições no país, em apoio aos povoados judeus na Cisjordânia.