06:25 30 Maio 2020
Ouvir Rádio
    Charges

    Porta-aviões que não passam de blefe

    Charges
    URL curta
    3232
    Nos siga no

    O jornalista da edição alemã Frankfurter Allgemeine, Lorenz Hemiker, duvidou das capacidades dos EUA de aplicarem força com ajuda de um porta-aviões, enviado para a costa iraniana.

    Porta-aviões que não passam de blefe

    Mais cedo, o assessor de Segurança Nacional dos EUA, John Bolton, anunciou os planos de enviar ao golfo Pérsico o navio Abraham Lincoln e uma força-tarefa de bombardeiros para perto do Irã. Segundo Bolton, trata-se de uma "mensagem clara e inequívoca" a Teerã.

    Em conexão a isso, o jornalista levanta em seu artigo a questão se o grupo de ataque naval dos EUA seja um "blefe de cem mil toneladas", já que, segundo ele, no passado, houve casos em que os porta-aviões americanos "não realizaram ações após as palavras da administração Trump". Além disso, continua, desde há muito tempo que a presença de porta-aviões americanos nas proximidades da costa iraniana "não é a exceção, mas a regra".

    Mais:

    Desprezo pelos EUA no Oriente Médio é o que torna o Irã um alvo, afirma chanceler iraniano
    Congressista russo adverte: EUA preparam um 'cenário militar' contra o Irã
    Análise: porta-aviões dos EUA eram um importante meio político, mas não no século XXI
    Tags:
    blefe, EUA, Irã, John Bolton, porta-aviões
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar

    Mais charges