13:22 20 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Charges

    Mantendo aliados com medo

    Charges
    URL curta
    737
    Nos siga no

    Países europeus devem "pegar de volta" mais de 800 terroristas do Daesh (organização proibida no território da Rússia e em vários outros países), capturados por militares norte-americanos, e levá-los a julgamento, afirmou o presidente dos EUA, Donald Trump.

    Mantendo aliados com medo

    Ele apontou que, em caso contrário, os EUA vão libertar os terroristas.

    "Os EUA estão pedindo para que o Reino Unido, França, Alemanha e outros aliados europeus peguem de volta mais de 800 terroristas do Daesh, que capturamos na Síria, e os levem a julgamento. O califado está pronto para queda. A alternativa não é boa na qual seríamos forçados a libertá-los", escreveu o presidente dos EUA no Twitter.

    Mais:

    Trump confia mais em Putin que nos serviços especiais dos EUA, diz ex-vice-diretor do FBI
    Assad a grupos apoiados pelos EUA: 'Americanos não os protegerão, o Exército da Síria sim'
    Tags:
    terroristas, Donald Trump, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar

    Mais charges

    • Aquele 'vizinho' que só quer o pior
      Last update: 13:15 18.09.2019
      13:15 18.09.2019

      Aquele 'vizinho' que só quer o pior

      Os EUA e aliados, dentre eles Brasil, concordaram com ativação do Tratado Interamericano de Assistência Recíproca (TIAR) devido à situação na Venezuela, anunciou o Departamento de Estado norte-americano.

    • Preparações especiais para negociar com Irã
      Last update: 13:03 16.09.2019
      13:03 16.09.2019

      Preparações especiais para negociar com Irã

      O presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou não estar pronto para um encontro com o Irã sem condições preliminares.

    • Aterrissagem nem um pouco leve
      Last update: 11:11 13.09.2019
      11:11 13.09.2019

      Aterrissagem nem um pouco leve

      O risco mais sério para a economia global em curto prazo, comparado com a crise de 2008, é a saída do Reino Unido da União Europeia sem um tratado ratificado sobre as condições deste processo.

    • Use já o que ainda serve
      Last update: 12:35 09.09.2019
      12:35 09.09.2019

      Use já o que ainda serve

      Segundo o portal Defence News, que citou a Administração Nacional de Segurança Nuclear dos EUA (NNSA, sigla em inglês), o lançamento em produção das bombas norte-americanas B61-12 e ogivas termonucleares W88 ALT 370 será adiantado devido a falhas detectadas.