09:25 20 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Charges

    Colonizador ontem, colonizador hoje

    Charges
    URL curta
    3141

    O Ministério das Relações Exteriores da Venezuela condenou o ultimato dos países da União Europeia, comparando-o com ações de colonizadores.

    Colonizador ontem, colonizador hoje

    Neste sábado (26), Reino Unido, Alemanha, França e Espanha – recebendo apoio da Holanda posteriormente – deram um ultimato de oito dias para Nicolás Maduro organizar eleições ou então o presidente da Assembleia Nacional da Venezuela, Juan Guaidó, seria reconhecido presidente interino do país.

    "A República Bolivariana da Venezuela rejeita fortemente a declaração da União Europeia de 26 de janeiro, que confirmou sua decisão de se juntar ao golpe de Estado orquestrado pelo governo dos EUA, tendo em mente a tentativa de dar à Venezuela um ultimato que lembra o estilo dos poderes coloniais", publicou Jorge Arreaza, chanceler da Venezuela, um comunicado no Twitter.

    Mais:

    Venezuela busca 'neutralizar' EUA como a força que lidera tentativa de golpe
    Trump não descarta uso de força militar na Venezuela, diz senador
    Reino Unido trata Venezuela de forma 'cínica', diz embaixada russa em Londres
    Tags:
    colonialismo, Jorge Arreaza, Europa, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar

    Mais charges

    • Que orelhão em...
      Last update: 11:00 15.08.2019
      11:00 15.08.2019

      Que orelhão, hein?

      Microsoft reconheceu que seus empregados podem ouvir os áudios dos usuários.

    • Privacidade sem limites
      Last update: 09:02 14.08.2019
      09:02 14.08.2019

      Privacidade sem limites

      Facebook transcrevia os áudios de seus usuários empregando trabalhadores externos, sem lhes explicar o objetivo da transcrição e origem das gravações.

    • Quando uma palavra amiga cai bem
      Last update: 09:53 13.08.2019
      09:53 13.08.2019

      Quando uma palavra amiga cai bem

      O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, está querendo uma declaração pública do presidente dos EUA, Donald Trump, na véspera das eleições no país, em apoio aos povoados judeus na Cisjordânia.

    • Faz parte das compras
      Last update: 10:30 09.08.2019
      10:30 09.08.2019

      Faz parte das compras

      O controle de venda de armas é um dos problemas mais discutidos na sociedade norte-americana. A questão se agravou com os quatro tiroteios na última semana.