16:57 21 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Charges

    Quando não se sabe diferenciar pintura de cobertura

    Charges
    URL curta
    140

    Uma correspondente da BBC admitiu que a emissora estava em busca de quaisquer provas de um alegado envolvimento da Rússia nos protestos dos "coletes amarelos" na França.

    Quando não se sabe diferenciar pintura de cobertura

    A redação da Sputnik obteve a correspondência da jornalista da BBC Rússia, Olga Ivshina, com uma observadora que cobria os protestos, pedindo ajuda para encontrar algum "rastro russo". A jornalista da emissora explicou que ela estava "procurando por vários ângulos", porque a emissora estava "buscando sangue".

    Mais:

    BBC confirma que procurou provas do 'rastro russo' nos protestos em Paris
    'Coletes amarelos' iniciam novos protestos em Paris (FOTOS, VÍDEOS)
    Tags:
    coletes amarelos, BBC, Rússia, França
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar

    Mais charges

    • Está difícil ganhar essa Batalha Naval, né, EUA?
      Last update: 10:47 21.08.2019
      10:47 21.08.2019

      Está difícil ganhar essa Batalha Naval, né, EUA?

      Apesar da pressão dos EUA para prolongar a prisão, o petroleiro iraniano Grace 1 foi liberado por um tribunal de Gibraltar e se dirigiu à Grécia.

    • Que orelhão em...
      Last update: 11:00 15.08.2019
      11:00 15.08.2019

      Que orelhão, hein?

      Microsoft reconheceu que seus empregados podem ouvir os áudios dos usuários.

    • Privacidade sem limites
      Last update: 09:02 14.08.2019
      09:02 14.08.2019

      Privacidade sem limites

      Facebook transcrevia os áudios de seus usuários empregando trabalhadores externos, sem lhes explicar o objetivo da transcrição e origem das gravações.

    • Quando uma palavra amiga cai bem
      Last update: 09:53 13.08.2019
      09:53 13.08.2019

      Quando uma palavra amiga cai bem

      O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, está querendo uma declaração pública do presidente dos EUA, Donald Trump, na véspera das eleições no país, em apoio aos povoados judeus na Cisjordânia.