13:53 19 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Charges

    Quem vai acabar com corrupção no México? Um pretendente levantou a mão!

    Charges
    URL curta
    490
    Nos siga no

    O vencedor das eleições presidências no México, Andrés Manuel López Obrador, prometeu que o país entrará na lista dos países com mais baixo nível de corrupção.

    Quem vai acabar com corrupção no México? Um pretendente levantou a mão!

    "Já meti na cabeça que a corrupção é o principal problema do México, é o câncer que está destruindo o país e vamos acabar com a corrupção", afirmou Obrador.

    Segundo ele, agora o país ocupa 138º lugar dos 180 no ranking do Índice de Percepção da Corrupção.

    Mais:

    México pretende cancelar compra de helicópteros de combate dos EUA
    Agentes federais acusam prefeito de Nova York de cruzar ilegalmente fronteira com o México
    Tags:
    eleições, câncer, corrupção, Andrés Manuel López Obrador, México
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar

    Mais charges

    • Pagando dívidas à argentina
      Last update: 10:34 13.02.2020
      10:34 13.02.2020

      Pagando dívidas à argentina

      Vice-presidente argentina Cristina Kirchner declarou que a Argentina não pagaria ao Fundo Monetário Internacional "nem meio centavo" da dívida nacional até sair da recessão.

    • Dando aulas de defesa antiaérea
      Last update: 10:34 07.02.2020
      10:34 07.02.2020

      Dando aulas de defesa antiaérea

      A Defesa russa acusou Israel de utilizar novamente aeronaves civis para se defender, após seus ataques, das ações de resposta dos sistemas de defesa antiaérea da Síria.

    • Guilhotina de impeachment não deu certo
      Last update: 10:47 06.02.2020
      10:47 06.02.2020

      Guilhotina de impeachment não deu certo

      Senado absolveu Donald Trump em julgamento de impeachment, o que faz com que ele permaneça no poder.

    • Quando a corrida não resulta em nada
      Last update: 12:38 31.01.2020
      12:38 31.01.2020

      Quando a corrida não resulta em nada

      Interpol se recusou a aceitar o pedido do governo boliviano de "alerta vermelho" contra o ex-presidente Evo Morales.