08:35 18 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Charges

    Assumindo o poder com problemas a combater

    Charges
    URL curta
    0 70

    Andrés Manuel López Obrador lidera as eleições presidenciais mexicanas decorridas no domingo (1º) obtendo, segundo dados preliminares, cerca de 53% dos votos. Obrador já determinou as principais metas de sua presidência, entre estas está a reforma da previdência, combate à corrupção e aumento de segurança pública.

    Assumindo o poder com problemas a combater

    Em particular, o candidato esquerdista prometeu aumentar em duas vezes as pensões no país e preservar a liberdade de empreendedorismo.

    Como missão principal do futuro governo, Obrador indicou a eliminação da corrupção que é "razão principal da desigualdade" na área social e econômica.

    Além disso, o político planeja mudar a estratégia no combate à criminalidade crescente, prestando mais atenção nas razões da violência em vez de aplicar força.

    Mais:

    Maduro: eleição de Obrador no México é 'triunfo da verdade'
    Andrés Manuel López Obrador é o novo presidente do México, indica pesquisa de boca de urna
    Tags:
    reforma da previdência, criminalidade, corrupção, candidato, presidente, eleições, Andrés Manuel López Obrador, México
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik

    Mais charges

    • EUA sabem valor da democracia
      Last update: 14:33 15.11.2018
      14:33 15.11.2018

      EUA sabem valor da democracia

      Nas guerras com a participação dos EUA morreram 480.000 pessoas, entre elas, 244.000 eram civis, de acordo com Neta Crawford, autora de estudo realizado pela Universidade Brown.

    • Quando guerra fria americana não passa de um frescor
      Last update: 14:22 14.11.2018
      14:22 14.11.2018

      Quando guerra fria americana não passa de um frescor

      Se a China não mudar comportamento, uma guerra fria total é algo que espera o país, afirmou o vice-presidente dos EUA, Mike Pence.

    • Na OTAN, a culpa é sempre dos outros?
      Last update: 11:10 13.11.2018
      11:10 13.11.2018

      Na OTAN, a culpa é sempre dos outros?

      O secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, desresponsabilizou Aliança pela operação na Líbia, justificando que esta foi iniciada por países europeus que perceberam posteriormente precisar da ajuda da organização.

    • EUA sancionam... e não podem parar
      Last update: 12:34 08.11.2018
      12:34 08.11.2018

      EUA sancionam... e não podem parar

      Ao longo dos últimos anos, Washington introduziu 62 rodadas de sanções contra Moscou, afirmou nesta quinta-feira (8) a representante oficial do Ministério das Relações Exteriores russo, Maria Zakharova.