20:01 19 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Charges

    Será que dá para cobrar impostos de fantasmas?

    Charges
    URL curta
    0 60

    Candidato à presidência do México, Andrés Manuel López Obrador, declarou não querer viver na residência oficial do presidente, Los Pinos, se vencer as eleições, pois a última está "enfeitiçada".

    Desculpe, senhor, poderia me ajudar a desenvolver economia nacional?

    Obrador afirmou que caso ganhe as eleições viverá no Palácio Nacional do México em vez da residência oficial que precisaria de limpeza o dia inteiro "para afugentar os espíritos ruins, aí espantam e aparece o chupa-cabra".

    Mais:

    Presidenciável do México não quer viver na residência oficial por causa de 'chupa-cabra'
    Tags:
    chupa-cabra, eleições presidenciais, feitiçaria, fantasma, México
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar

    Mais charges

    • Trump se confundiu sobre dimensão dos EUA
      Last update: 12:42 19.07.2019
      12:42 19.07.2019

      Trump se confundiu sobre dimensão dos EUA

      O ministro das Relações Exteriores do Irã, Mohammad Javad Zarif, comentou a declaração do presidente Trump sobre a derrubada de um drone iraniano por meios bem ilustrativos.

    • Desculpa, não podemos ficar juntos
      Last update: 11:03 18.07.2019
      11:03 18.07.2019

      Desculpa, não podemos ficar juntos

      Na quarta-feira (17), Washington declarou que excluía a Turquia do programa F-35 devido aos fornecimentos de sistemas russos S-400 para Ancara.

    • Brinquedos perigosos dos EUA
      Last update: 11:29 17.07.2019
      11:29 17.07.2019

      Brinquedos perigosos dos EUA

      Relatório do comitê da Assembleia Parlamentar da OTAN revelou por descuido os lugares onde são guardadas as armas nucleares dos EUA.

    • Quando se inventam ameaças demais
      Last update: 12:39 16.07.2019
      12:39 16.07.2019

      Quando se inventam ameaças demais

      A Rússia continua se armando com mísseis "proibidos" e está se preparando para guerras na Europa, diz mídia alemã.