14:15 20 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Charges

    Será que alguns dólares uniriam 'melhores amigos'?

    Charges
    URL curta
    181

    O advogado pessoal do presidente norte-americano, Michael Cohen, recebeu clandestinamente ao menos 400 mil dólares (cerca de 1,5 milhão de reais) para organizar encontro entre o presidente ucraniano, Pyotr Poroshenko, e seu homólogo norte-americano, Donald Trump, informam fontes em Kiev.

    Será que alguns dólares uniriam 'melhores amigos'?

    O pagamento foi organizado por intermediários em nome de Poroshenko. No entanto, Cohen não foi registrado nos EUA como representante dos interesses da Ucrânia, segundo exige a lei norte-americana.

    O encontro entre os dois líderes aconteceu na Casa Branca em junho de 2017. Fontes próximas à situação notam que não há nenhum motivo para pensar que Donald Trump não sabia do pagamento e que, assim, Poroshenko tentou organizar um canal não oficial para encontrá-lo.

    Mais:

    Casa Branca afinal não é 'Casa Russa'?
    Quando outros não estão nem aí para sua legitimidade
    EUA jogam de gato e rato com Irã
    Tags:
    financiamento, Michael Cohen, Pyotr Poroshenko, Donald Trump, EUA, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik

    Mais charges