03:46 25 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Charges

    Mais uma promessa, mais alguns soldados curdos

    Charges
    URL curta
    224

    Os Estados Unidos vão tomar medidas para evitar conflitos com a Turquia na Síria, afirmou o representante do Pentágono, coronel Rober Manning.

    Mais uma promessa, mais alguns soldados curdos

    "Como sabem, as forças dos EUA estão em Manbij, mas não temos tropas em Afrin, no oeste da Síria […] Mas todos sabem que as Forças Armadas estadunidenses estão presentes [na Síria]. E vamos tomar medidas para evitar conflitos."

    Em 20 de janeiro, a Turquia iniciou a operação militar Ramo de Oliveira em Afrin e Manbij sírias contra as Unidades de Proteção Popular (YPG) curdas, que Ancara considera como grupo terrorista e extensão do proibido Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) turco.

    Washington, por sua vez, oferece, há anos, apoio aos combatentes curdos na Síria, no âmbito do combate ao terrorismo na região, ao desagrado de Ancara.

    Segundo acreditam analistas, com o início da operação turca na Síria, Estados Unidos, de certo modo, "lavaram as mãos", deixando uma força que tinha apoiado por muito tempo a enfrentar as forças turcas.

    Mais:

    EUA temem que ofensiva turca em Afrin afete o combate ao Daesh
    Após Afrin, Erdogan considera atacar o Iraque
    Autoridades turcas prometem devolver Afrin aos 'verdadeiros donos'
    Tags:
    conflito regional, curdos sírios, YPG, EUA, Afrin, Turquia, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik

    Mais charges