06:27 18 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Charges

    Quando as ideias pacíficas são estranhas demais

    Charges
    URL curta
    514

    O Dalai Lama XIV, líder religioso do budismo tibetano, afirmou em entrevista a um jornal russo sonhar com que a sede da OTAN mude para Moscou, dizendo que isso contribuiria para os cidadãos russos e norte-americanos se aproximarem.

    Quando as ideias pacíficas são estranhas demais

    "Sabem, o meu sonho é que a sede da OTAN seja transferida para Moscou. Na mentalidade russa, a OTAN é um símbolo de uma força inimiga. Se a sede da Aliança ficasse em Moscou, do ponto de vista psicológico todos ficariam aliviados, se criaria uma impressão de que vocês e os americanos estão juntos a partir daí! Pois, receio que após uma proposta dessas já não me permitam visitar os EUA!", declarou o Dalai Lama XIV.

    Tags:
    OTAN, Dalai Lama, EUA, Moscou, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar

    Mais charges

    • Que orelhão em...
      Last update: 11:00 15.08.2019
      11:00 15.08.2019

      Que orelhão, hein?

      Microsoft reconheceu que seus empregados podem ouvir os áudios dos usuários.

    • Privacidade sem limites
      Last update: 09:02 14.08.2019
      09:02 14.08.2019

      Privacidade sem limites

      Facebook transcrevia os áudios de seus usuários empregando trabalhadores externos, sem lhes explicar o objetivo da transcrição e origem das gravações.

    • Quando uma palavra amiga cai bem
      Last update: 09:53 13.08.2019
      09:53 13.08.2019

      Quando uma palavra amiga cai bem

      O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, está querendo uma declaração pública do presidente dos EUA, Donald Trump, na véspera das eleições no país, em apoio aos povoados judeus na Cisjordânia.

    • Faz parte das compras
      Last update: 10:30 09.08.2019
      10:30 09.08.2019

      Faz parte das compras

      O controle de venda de armas é um dos problemas mais discutidos na sociedade norte-americana. A questão se agravou com os quatro tiroteios na última semana.