04:36 15 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Charges

    O intrometido da OTAN

    Charges
    URL curta
    Manobras russo-chinesas no Báltico (7)
    2232
    Nos siga no

    Um grupo de três navios da Marinha da China, encabeçado pelo destróier Hefei, chegou à base da Frota do Báltico em 21 de julho para participar de exercícios conjuntos.

    O intrometido da OTAN

    A fase ativa das manobras russo-chinesas vai ser realizada de 25 a 27 de julho nas águas do mar Báltico, onde vão ser treinadas a interação e a organização da defesa antiaérea e da guerra antissubmarino e antinavio.

    Os objetivos principais da visita são o reforço das relações de amizade entre as Marinhas dos dois países e a realização da primeira etapa dos exercícios navais Cooperação Naval 2017. A visita da força chinesa vai se prolongar até 25 de julho. Após as manobras em Baltiysk, os navios chineses irão rumar a São Petersburgo.

    Tema:
    Manobras russo-chinesas no Báltico (7)
    Tags:
    exercícios navais, manobras, OTAN, Países Bálticos, Mar Báltico, China, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar

    Mais charges

    • Aterrissagem nem um pouco leve
      Last update: 11:11 13.09.2019
      11:11 13.09.2019

      Aterrissagem nem um pouco leve

      O risco mais sério para a economia global em curto prazo, comparado com a crise de 2008, é a saída do Reino Unido da União Europeia sem um tratado ratificado sobre as condições deste processo.

    • Use já o que ainda serve
      Last update: 12:35 09.09.2019
      12:35 09.09.2019

      Use já o que ainda serve

      Segundo o portal Defence News, que citou a Administração Nacional de Segurança Nuclear dos EUA (NNSA, sigla em inglês), o lançamento em produção das bombas norte-americanas B61-12 e ogivas termonucleares W88 ALT 370 será adiantado devido a falhas detectadas.

    • Que diplomacia é essa, EUA?
      Last update: 09:39 29.08.2019
      09:39 29.08.2019

      Que diplomacia é essa, EUA?

      Os EUA não procuram conflito nenhum com o Irã e querem colaborar diplomaticamente, declarou o secretário de Defesa dos EUA, Mark Esper.

    • Quando parceiros não substituem a Rússia
      Last update: 10:14 26.08.2019
      10:14 26.08.2019

      Quando parceiros não substituem a Rússia

      A volta da Rússia para o G7, sugerida por Donald Trump, provocou desacordo entre líder norte-americano e outros membros do grupo.