17:51 22 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Charges

    Não veem, não ouvem, não falam

    Charges
    URL curta
    226
    Nos siga no

    Em 28 agosto, na basílica de Santa Maria na cidade polonesa de Gdansk teve lugar uma cerimônia solene de reenterro de dois participantes do movimento anticomunista, que foram executados em 1946, e que foi sacudida por um escândalo.

    Não veem, não ouvem, não falam

    Durante a cerimônia, jovens identificados como nacionalistas radicais começaram a agredir verbalmente o antigo presidente polonês Lech Walesa gritando "Morte aos inimigos do povo".

    O mais interessante foi o fato de a polícia não fazer nada para parar essas ações dos radicais. No mesmo dia, desconhecidos atacaram em Gdansk os membros do Comitê de Defesa da Democracia (KOD, na sigla em polonês), uma organização de oposição ao governo do partido de extrema-direita Lei e Justiça (PiS, na sigla em polonês) que, de acordo com os membros do Comitê, iniciou reformas antidemocráticas no país. Alguns dizem que por trás do ataque também podiam estar os ultranacionalistas radicais. O mais interessante é que a primeira-ministra polonesa Beata Szydlo e o ministro do Interior do país Mariusz Blaszczak classificaram estre incidente como uma provocação por parte do próprio Comitê de Defesa da Democracia.

    A professora da Universidade Jaguelônica de Cracóvia e culturóloga Anna Razny comentou o assunto à Sputnik Polônia:

    "O partido PiS e todo o establishment aceitam esses excessos porque em sua essência os nacionalistas radicais não violam os axiomas da política polonesa, como a obediência aos objetivos do globalismo americano, a instalação dos sistemas da DAM e bases da OTAN na Polônia, o apoio à Ucrânia de [político nacionalista ucraniano dos meados do século XX Stepan] Bandera e finalmente a posição antirrussa de Varsóvia".

    Tags:
    partido, radicais, democracia, polícia, OTAN, Lech Walesa, Cracóvia, Polônia, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar

    Mais charges

    • Impondo suas próprias regras à mídia
      Last update: 08:49 28.09.2020
      08:49 28.09.2020

      Impondo suas próprias regras à mídia

      A rede social Twitter removeu no campo de buscas a conta da RIA Novosti, do grupo midiático Rossiya Segodnya, não tendo dado nenhuma explicação sobre sua decisão.

    • Android não é mais bem-vindo aqui
      Last update: 10:47 10.09.2020
      10:47 10.09.2020

      Android não é mais bem-vindo aqui

      Gigante chinesa das telecomunicações Huawei anunciou utilização do próprio sistema operacional Harmony 2.0 em seus smartphones a partir de 2021 devido a limitações comerciais impostas pelos EUA.

    • Perdendo a corrida na Síria
      Last update: 11:46 27.08.2020
      11:46 27.08.2020

      Perdendo a corrida na Síria

      Durante tentativa de bloquear a passagem de um comboio de blindados russos na Síria, soldados americanos acabaram ficando feridos durante colisão entre um blindado da Rússia e outro americano.

    • Quando a intromissão dá errado
      Last update: 11:31 04.08.2020
      11:31 04.08.2020

      Quando a intromissão dá errado

      O presidente dos EUA, Donald Trump, em entrevista ao site Axios, chamou o envio de tropas para o Oriente Médio de maior erro da história dos Estados Unidos.