11:45 05 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Charges

    'Juntemos os esforços, amigos!'

    Charges
    URL curta
    2342
    Nos siga no

    O presidente russo, Vladimir Putin, ordenou no dia 17 de novembro a elaboração de um plano de ações conjuntas no mar e no ar com a Marinha francesa, depois de encarregar o cruzador Moskva de estabelecer contato com o grupo naval francês no Mediterrâneo.

    Rússia e França juntam esforços para combater o Estado Islâmico

    Este foi o sinal para o início da cooperação entre a Rússia e a França no combate ao Estado Islâmico, grupo terrorista proibido nesses países. Este passo também abre caminho para uma ampla coalizão que possa dar um golpe decisivo contra extremistas do EI.

    Tags:
    cooperação, coalizão, terrorismo, Estado Islâmico, Síria, França, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar

    Mais charges

    • Quando a intromissão dá errado
      Last update: 11:31 04.08.2020
      11:31 04.08.2020

      Quando a intromissão dá errado

      O presidente dos EUA, Donald Trump, em entrevista ao site Axios, chamou o envio de tropas para o Oriente Médio de maior erro da história dos Estados Unidos.

    • Tropas dos EUA não param quietas
      Last update: 11:49 30.07.2020
      11:49 30.07.2020

      Tropas dos EUA não param quietas

      O presidente dos EUA, Donald Trump, defendeu a decisão de retirar seus soldados da Alemanha pelas importações alemãs de gás da Rússia.

    • Posso dar também uma espiadinha?
      Last update: 12:04 28.07.2020
      12:04 28.07.2020

      Todos do grupo querem fuçar

      Usuários da rede social Instagram perceberam que o aplicativo estava ligando a câmera frontal de smartphones sem autorização, enquanto empresa diz que tudo não passa de um erro técnico.

    • Quando há espaço só para os parças
      Last update: 10:18 27.07.2020
      10:18 27.07.2020

      Quando há espaço só para os parças

      A Alemanha se opõe ao retorno da Rússia ao G7, disse o ministro das Relações Exteriores alemão, Heiko Maas, em entrevista ao jornal Rheinische Post.