01:23 25 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    6514
    Nos siga no

    O presidente da Câmara dos Deputados afirma que a eleição do ano que vem ainda está muito longe de estar definida e que Bolsonaro pode voltar a subir nas pesquisas.

    O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) se expressa "com muita espontaneidade" e isso, às vezes, atrapalha na condução política, afirmou nesta quinta-feira (14) o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL).

    "A maneira de se expressar, com muita espontaneidade, às vezes atrapalha na condução da política tradicional, na situação da acomodação da segurança econômica, da segurança política, da segurança jurídica daquele brasileiro que quer ter uma vida, acordar com tranquilidade e saber que nós precisamos ter um Brasil harmônico, um Brasil independente, mas um Brasil que tenha um respeito e uma garantia de segurança jurídica", afirmou em entrevista à Rádio Bandeirantes.

    O presidente da Câmara disse ainda que as pesquisas são uma avaliação do momento e que ainda acredita que Bolsonaro pode reverter a falta de popularidade e se reeleger em 2022. Na opinião de Lira, Bolsonaro mostrou ter um eleitorado consolidado entre 25% e 28% e precisa agora "trabalhar para trazer de volta alguns eleitores que não acredito que sejam de esquerda, [mas] que se afastaram um pouco dele no momento [...]. O jogo está muito longe de estar definido", disse.

    Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro (à direita) e o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), durante conferência de imprensa no Congresso Nacional, Brasília, 23 de fevereiro de 2021
    © REUTERS / Adriano Machado
    Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro (à direita) e o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), durante conferência de imprensa no Congresso Nacional, Brasília, 23 de fevereiro de 2021

    O deputado recordou que o desempenho da economia influencia diretamente na eleição de qualquer presidente e que o governo precisa se mobilizar para conter as distorções.

    "O presidente tem que agir energicamente, o seu governo, para tomar medidas para que contenham, que diminuam, que minimizem e se discutam com transparência os efeitos da economia na avaliação política de qualquer governo", ponderou.

    Mais:

    Bolsonaro sanciona lei que flexibiliza regras para candidatos com contas rejeitadas durante mandato
    Crime contra humanidade e genocídio: Bolsonaro não será julgado pelo TPI, avalia professor
    Comitê da ONU 'desaprova, nos termos mais eloquentes', uso por Bolsonaro de crianças fardadas
    Documentos sigilosos: PF pede ao STF prorrogação de inquérito contra Bolsonaro por vazamento
    Tags:
    eleição, eleição, eleições, eleições, eleições, reeleição, reeleição, Bolsonaro, Jair Bolsonaro, governo bolsonaro, Câmara dos Deputados, Arthur Lira
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar