14:47 23 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    1156
    Nos siga no

    Também neste sábado (4), a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) foi intimada pela Polícia Federal a prestar depoimento no âmbito do inquérito destinado a apurar supostos atos criminosos e violentos no 7 de setembro.

    O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes autorizou neste sábado que o ex-deputado federal e presidente do PTB Roberto Jefferson seja internado em um hospital do Rio de Janeiro para tratamento médico, informa o portal Metrópoles.

    Preso por acusações de integrar uma suposta organização criminosa digital que incita atos violentos e contra a democracia, o ex-deputado estava internado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em Bangu, no Rio de Janeiro, mas solicitou para ser levado à unidade particular devido a problemas de saúde.

    O ministro do STF autorizou a saída do preso, mas manteve a prisão preventiva do presidente do PTB, que usará tornozeleira eletrônica enquanto estiver no hospital Samaritano da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, onde será internado.

    "Autorizo a sua saída imediata do estabelecimento prisional, somente após a instalação de tornozeleira eletrônica, tão somente para tratamento médico, a ser realizado no hospital Samaritano Barra, com a aplicação de medidas cautelares", diz a decisão citada pela mídia.

    Além da tornozeleira eletrônica, Moraes determinou que Jefferson não mantenha contato com outros investigados por atos antidemocráticos, nem faça uso de suas redes sociais.

    O ministro do STF, Alexandre de Moraes, participa de solenidade do Dia do Marinheiro e de entrega da Medalha de Mérito Tamandaré, no Grupamento de Fuzileiros Navais de Brasília, 13 de dezembro de 2018
    © Foto / Agência Brasil / José Cruz
    O ministro do STF, Alexandre de Moraes, participa de solenidade do Dia do Marinheiro e de entrega da Medalha de Mérito Tamandaré, no Grupamento de Fuzileiros Navais de Brasília, 13 de dezembro de 2018

    Atos no 7 de setembro

    Neste sábado (4), a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) afirmou ter sido intimada pela Polícia Federal (PF) a prestar depoimento no âmbito do inquérito destinado a apurar supostos atos criminosos e violentos no 7 de setembro.

    Na sexta-feira (3), o blogueiro bolsonarista Wellington Macedo foi preso suspeito de articular atos antidemocráticos também no feriado de 7 de setembro.

    A intimação a Zambelli e o pedido de prisão de Macedo foram solicitados pelo ministro Alexandre de Moares.

    Mais:

    Bolsonaro cita Constituição, mas diz que 'nunca houve ocasião tão importante' quanto o 7 de setembro
    7 de setembro em SP: PM vai revistar todos os manifestantes no ato, incluindo policiais aposentados
    Bolsonaro diz que ato do dia 7 de setembro será 'ultimato' para ministros do STF
    Pelo menos 8 estados prometem punir PMs por adesão a manifestações no 7 de setembro, diz mídia
    Tags:
    blogueiro, ato, manifestação, manifestação, manifestações, manifestações, Polícia Federal, Polícia Federal - PF, Supremo Tribunal Federal, Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, governo bolsonaro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar