23:53 23 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    3610
    Nos siga no

    O presidente Jair Bolsonaro vetou parcialmente o projeto, aprovado no Congresso, que trata dos crimes contra o Estado Democrático de Direito que revoga a Lei de Segurança Nacional (LSN).

    O texto foi enviado à sanção presidencial pelo Senado em 12 de agosto, com a discussão da matéria pelo Congresso ocorrendo em meio à escalada de declarações golpistas de Bolsonaro, que, inclusive, colocou em dúvida a realização das eleições de 2022, segundo a Folha de São Paulo.

    A decisão de Bolsonaro inclui o veto a cinco trechos, dos quais pelo menos dois podem beneficiar seus apoiadores, já que estão ligados à comunicação enganosa em massa e o aumento de pena quando os crimes contra o Estado de Direito forem cometidos por militares ou outros agentes públicos.

    A sanção parcial do texto foi publicada nesta quinta-feira (2) no Diário Oficial da União.

    Com a decisão do presidente, caberá ao Congresso analisar os vetos de Bolsonaro.

    Criada em 1983 durante a ditadura militar, a LSN (Lei 7.170) definia crimes contra a "ordem política e social".

    Mais:

    'Quem pauta o país é o presidente': Lira minimiza atos bolsonaristas marcados para 7 de setembro
    Moraes nega pedido de Eduardo Bolsonaro para investigar Barroso no âmbito do inquérito das fake news
    Bolsonaro: 'Tem idiota reclamando que tem que comprar feijão, tem é que comprar fuzil'
    Tags:
    Bolsonaro, Jair Bolsonaro, revogação, lei, leis, veto, poder de veto
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar