19:02 28 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    3316
    Nos siga no

    Estavam presentes na transmissão, além de Anderson Torres, Luiz Eduardo Ramos da Secretaria-Geral da Presidência, Augusto Heleno, do Gabinete de Segurança Institucional, e o senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ).

    Nesta quinta-feira (12), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, solicitou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a investigação do ministro da Justiça, Anderson Torres, por campanha antecipada, segundo G1.

    O ofício enviado por Moraes tem data de 10 de agosto e integra o inquérito das fake news. O processo já está em avaliação pelo corregedor-geral do TSE, ministro Luís Felipe Salomão, e corre sob sigilo.

    No dia 29 de julho, Torres participou de uma transmissão ao vivo realizada pelo presidente Jair Bolsonaro. O ministro da Justiça não só apoiou o chefe do Executivo nas falas, mas também deu argumentos para a discussão sobre a Justiça Eleitoral, segundo a mídia.

     O ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes durante julgamento
    © Foto / José Cruz/Agência Brasil
    O ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes durante julgamento.

    No início do mês, Moraes já tinha determinado que o ministro da Justiça prestasse depoimento à Polícia Federal como testemunha da live. Vale lembrar que Torres, como ministro da Justiça, é chefe da Polícia Federal. De acordo com a mídia, também serão ouvidas como testemunhas quem estava presente na transmissão.

    No dia 4 de agosto, Bolsonaro foi incluído no inquérito das fake news, do qual Moraes é relator, devido à realização de live nas redes sociais em que o presidente contesta a confiabilidade das urnas eletrônicas.

    Mais:

    Em nota, juízes federais dizem que Bolsonaro produz 'escalada de desrespeito' aos integrantes do STF
    Inquérito sobre milícia digital: PF pede ao STF que CPIs repassem dados de assessores bolsonaristas
    TSE apresenta notícia-crime contra Bolsonaro ao STF por vazamento de informação sigilosa
    Tags:
    TSE, Alexandre de Moraes, fake news, Bolsonaro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar