19:58 16 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    6298
    Nos siga no

    A cúpula do partido defende penalizar, com menos recursos de campanha para as eleições do ano que vem, os 14 deputados que foram contra a diretriz do PSDB na Câmara Federal.

    O PSDB decidiu retaliar os 14 deputados federais da bancada que descumpriram a orientação partidária e votaram a favor da proposta de emenda à Constituição (PEC) do voto impresso, na terça-feira (10). A cúpula tucana vai repassar mais fundo eleitoral para os 17 deputados que seguiram a decisão da Executiva.

    O presidente do PSDB, Bruno Araújo, havia anunciado que o partido havia fechado questão contra a PEC do voto impresso, ou seja, os deputados que votaram a favor poderiam ser até expulsos do partido por "justa causa" e o PSDB continuaria sendo "dono" do mandato.

    Discussão e votação de propostas na Câmara dos Deputados, 11 de agosto de 2021
    © Foto / Agência Câmara dos Deputados / Cleia Viana
    Discussão e votação de propostas na Câmara dos Deputados, 11 de agosto de 2021
    "Eu considero deplorável, seja quem for, de qual partido, apoiar o governo Bolsonaro nessa iniciativa do voto impresso [...]. Lamento [que os] parlamentares, inclusive do meu partido, que tenham tido esta posição. Respeito, mas lamento. Porém, quero dizer que os sete deputados federais do estado de São Paulo votaram contra", afirmou o governador de São Paulo, João Doria, citado pelo portal G1.

    Entre os parlamentares que votaram pelo voto impresso está o deputado Lucas Redecker (RS), que coordena a campanha do governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, nas prévias tucanas que vão definir o candidato do partido à Presidência em 2022.

    Mais:

    'Tem meu voto': FHC declara apoio a João Doria nas eleições presidenciais de 2022 (VÍDEO)
    Capitais brasileiras têm atos pró-Bolsonaro e a favor do voto impresso (FOTOS)
    'Faça sua própria auditoria': em dia de atos pedindo voto impresso, TSE reforça segurança das urnas
    Lira planeja levar PEC do voto impresso ao plenário; PF diz que 'não há fraude' em urnas eletrônicas
    Tags:
    voto, votos, voto secreto, voto impresso, Bolsonaro, governo bolsonaro, Jair Bolsonaro, Câmara Federal, Câmara dos Deputados, PSDB, João Doria, eleição, eleições
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar