15:26 23 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    3139
    Nos siga no

    Os embates entre o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), e a família Bolsonaro seguem e o capítulo mais recente traz à tona os valores da mansão de luxo comprada pelo senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ).

    Durante entrevista ao programa Flow Podcast, João Doria acusou Flávio Bolsonaro de ter mentido sobre o valor pago pela mansão em vive em Brasília. O valor do imóvel não seria R$ 6 milhões, mas R$ 14 milhões.

    João Doria em evento do PSDB em São Paulo, 14 de junho de 2021
    © Folhapress / Bruno Rocha
    João Doria em evento do PSDB em São Paulo, 14 de junho de 2021

     

    "Sabe o preço da mansão? R$ 14 milhões, R$ 6 milhões foi o que ele declarou e foi fazer o registro lá em Taguatinga, no cartório lá do fim do mundo para ver se ninguém descobria", afirmou o governador de São Paulo no podcast e citado pelo portal Metrópoles.

    Nesta segunda-feira (9), Flávio Bolsonaro decidiu processar Doria por acusar o senador de ter mentido sobre o valor da casa de luxo. A assessoria de Flávio afirmou à mídia que "as falas irresponsáveis do governador serão cobradas na Justiça".

    Flávio registrou o imóvel em Brazlândia, região administrativa localizada a 62 quilômetros do imóvel, localizado no Lago Sul, região nobre da capital federal.  A compra foi financiada pelo Banco de Brasília (BRB). O salário de Flávio como senador é de R$ 24,9 mil.

    Mais:

    Flávio Dino migra do PCdoB para PSB: é vital juntar forças para derrotar Bolsonaro, diz governador
    Covaxin: Flávio Bolsonaro participou de reunião com representante da farmacêutica, diz mídia
    Flávio Bolsonaro diz que pai negocia filiação com 3 partidos 'maiores': 'Não temos tempo a perder'
    Flávio Bolsonaro entrará na Justiça contra Receita Federal após acesso indevido a seus dados fiscais
    Tags:
    Flávio Bolsonaro, mansão, imóvel, João Doria, acusação, sonegação fiscal
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar