20:07 02 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    1017
    Nos siga no

    De acordo com o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), farmacêuticas que impulsionavam propagandas de tratamento precoce e "kit COVID-19" apresentaram alto faturamento quando comparado ao ano passado.

    Neste domingo (18), o vice-presidente da CPI da Covid, senador Randolfe Rodrigues, disse que o faturamento das empresas que vendem remédios ineficazes contra a COVID-19 ultrapassou R$ 500 milhões, segundo o Último Segundo.

    O faturamento teria contado com uma estratégia de anúncios muito bem remunerada, já que a Associação Médicos pelo Brasil, que divulga propagandas em defesa do tratamento precoce, teve estes anúncios patrocinados pela farmacêutica que produzia ivermectina, a Vitamedic, de acordo com a mídia.

    Aplicativo TRATECOV do Ministério da Saúde sugere a prescrição de medicamentos sem eficácia, como cloroquina e ivermectina, para auxiliar médicos e profissionais da saúde no tratamento de pacientes com a COVID- 19
    © Folhapress / Roberto Costa
    Aplicativo TrateCov do Ministério da Saúde sugere a prescrição de medicamentos sem eficácia, como cloroquina e ivermectina, para auxiliar médicos e profissionais da saúde no tratamento de pacientes com a COVID- 19

    Também com o apoio do grupo Médicos Pela Vida, as vendas de ivermectina pela farmacêutica, uma das maiores produtoras do medicamento, cresceram 1230% em 2020 em relação a 2019.

    Segundo o senador, estima-se que a empresa tenha arrecadado R$ 734 milhões só com o medicamento do "kit COVID-19" nesse período.

    O grupo Médicos pela Vida mantém a defesa ao tratamento precoce no site da associação e alguns de seus integrantes compõem o chamado gabinete paralelo do governo, uma divisão que aconselharia nos bastidores o presidente, Jair Bolsonaro, a lidar com a pandemia no Brasil.

    Mais:

    Justiça Federal em SP proíbe governo Bolsonaro de fazer campanha de 'kit COVID-19'
    Médicos de Goiânia são pressionados a receitar 'kit COVID-19', diz jornal
    Hospital confirma caso de hepatite causada por 'kit COVID' no interior de SP
    Tags:
    Randolfe Rodrigues, CPI da Covid, novo coronavírus, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar