16:54 31 Julho 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    SARS-CoV-2 no Brasil no início de julho de 2021 (21)
    1127
    Nos siga no

    Vacinas contra a COVID-19 da Janssen, empresa farmacêutica da Johnson & Johnson, congelam durante voo de São Paulo para o Distrito Federal. Segundo Ministério da Saúde, o lote será analisado para ver se ainda pode ser aplicado.

    Neste sábado (3), 40,1 mil doses da vacina Janssen armazenadas de forma imprópria, chegaram congeladas e estão "indisponível para uso" até segunda avaliação, disse a secretaria de Saúde do Distrito Federal, de acordo com o G1.

    O lote com as vacinas contra a COVID-19 saiu do Aeroporto Internacional de Guarulhos, localizado em São Paulo, com destino ao Distrito Federal.

    A secretaria informou que, durante a conferência das doses na Rede de Frio Central, que armazena e distribui vacinas na capital, foi observado que elas "estavam congeladas, abaixo da temperatura adequada", que é de 2 °C.

    Logo após constatar o congelamento dos imunizantes, a secretaria entrou em contato com o Ministério da Saúde, que passou a orientação de deixar toda a carga "em quarentena". 

    Agora, de acordo com o ministério, na segunda-feira (5), será solicitada uma avaliação para checar se as doses ainda poderão ser usadas. A vacina é aplicada somente com uma dose.

    Segundo a mídia, a análise das doses será feita pelo Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS). 

    O Distrito Federal atingiu a marca de 1.005.782 pessoas vacinadas contra a COVID-19 nesta sexta-feira (2). O número equivale a 32,46% da população.

    Tema:
    SARS-CoV-2 no Brasil no início de julho de 2021 (21)

    Mais:

    Após depoimentos, negociações entre AstraZeneca e governo federal entram na mira da CPI da Covid
    Documento indica que Brasil alterou lei para compra da Pfizer e Janssen, mas depois voltou atrás
    Pazuello admite que Bolsonaro busca alguém para substituí-lo e anuncia acordo com Pfizer e Janssen
    Tags:
    Distrito Federal, novo coronavírus, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar