06:01 03 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    15526
    Nos siga no

    Visando próximas eleições, presidente lança nova linha de crédito para agentes de segurança pública que ganham até R$ 7 mil por mês. Guardas municipais também serão abarcados pelo programa.

    Na próxima terça-feira (6), o presidente Jair Bolsonaro vai lançar o Programa Habite Seguro, uma linha de crédito imobiliário com subsídio de R$ 100 milhões destinada aos agentes de segurança pública, de acordo com o UOL. Segundo a mídia, o presidente estaria criando estratégias mirando na reeleição de 2022.

    No início do ano, Bolsonaro solicitou ao Ministério da Economia uma análise do programa e, agora, o ministério foi informado de que o programa tomará forma por ordem do presidente.

    O programa será dividido em cinco faixas de renda, que variam de R$ 1.000 até acima de R$ 7.000, com financiamento de até R$ 300 mil. Quem recebe acima de R$ 7.000, porém, não terá direito a subsídios.

    O dinheiro sairá do Fundo Nacional de Segurança Pública (FNSP), ligado ao Ministério da Justiça e prevê financiamentos de até R$ 300 mil, com subsídios que variam conforme a faixa de renda do policial.

    Entretanto, técnicos do Ministério da Economia condenaram a nova medida, de acordo com a mídia. Para os técnicos, o programa para policiais não se encaixa nas prioridades emergenciais que o momento atual exige e que são necessários mais estudos para saber o impacto do programa.

    Além disso, o projeto, que prevê um gasto permanente, se utiliza de um instrumento (a MP) de caráter emergencial.

    No dia 16 de junho, em conversa com apoiadores, Bolsonaro já havia adiantado que ofereceria aos agentes de segurança produtos com "taxa de juros lá embaixo", no entanto, o presidente também pediu a inclusão de guardas municipais, ordem que foi acatada, de acordo com UOL.

    A medida seria uma das estratégias do presidente para angariar eleitores para as próximas eleições.

    Mais:

    'É um fato': presidente Bolsonaro prevaricou, diz presidente da CPI da Covid
    'Não há base política, jurídica nem factual para impeachment de Bolsonaro', diz chanceler brasileiro
    PGR pede para processar Bolsonaro por prevaricação no caso Covaxin
    Tags:
    polícia militar, Polícia Federal, crédito, Ministério da Economia da Itália, Bolsonaro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar