13:48 04 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Brasil vs. coronavírus em meados de junho de 2021 (20)
    1571
    Nos siga no

    Na terça-feira (15), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a importação excepcional da vacina russa Sputnik V pelos estados Rio Grande do Norte, Mato Grosso, Rondônia, Pará, Amapá, Paraíba e Goiás.

    De acordo com o portal G1, a autorização contará com as mesmas restrições aplicadas a outros seis estados que foram autorizados a importar a vacina no início do mês.

    Os sete estados recém-autorizados importarão mais 592 mil doses, enquanto outras 928 mil doses serão importadas pelo Maranhão, Bahia, Sergipe, Ceará, Pernambuco e Piauí.

    As primeiras doses da vacina russa Sputnik V contra a COVID-19 vão chegar ao Brasil no início de julho, informou o governador do Ceará, Camilo Santana (PT), após reunião nesta terça-feira (15) com representantes do Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI, na sigla em russo).

    A Sputnik V já foi aprovada em 66 países, ocupando a segunda posição mundial em aprovações de reguladores estatais. A vacina russa tem uma eficácia de 97,6%, com base na análise dos dados de 3,8 milhões de russos vacinados, de acordo com o RFPI e o Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya, que desenvolveu o imunizante.

    Tema:
    Brasil vs. coronavírus em meados de junho de 2021 (20)

    Mais:

    COVID-19: Rússia fecha acordo com UNICEF para fornecer Sputnik V para 110 milhões de pessoas
    Governo da Turquia agradece Rússia por acordo sobre a Sputnik V
    Fim de uso de máscara? Vacinados com Sputnik V não transmitem vírus, diz desenvolvedor
    Tags:
    Anvisa, COVID-19, novo coronavírus, vacina, vacinação, Sputnik V, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar