23:05 23 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    0 21
    Nos siga no

    A capital do Amazonas vive momentos de tensão em meio à provocação de diversos incêndios em bairros da cidade. Até agora, 16 pessoas foram presas por estarem suspostamente envolvidas nos ataques.

    Nesta segunda-feira (7), o governador do Amazonas, Wilson Lima, pediu ao Ministério da Justiça o envio de homens da Força Nacional ao estado para ajudar a conter os ataques que ocorrem desde sábado (05) em Manaus.

    De acordo com o governador, o pedido acontece para as forças ajudarem no "combate aos atos de vandalismo que têm acontecido nas últimas horas".

    ​Manaus vive uma onda de violência desde a noite de sábado (5), com registro de incêndios em pelo menos 11 bairros da cidade e em cidades do interior, como Parintins e Careiro Castanho. Esses incêndios tiveram como um dos focos o transporte público, deixando 17 veículos, entre ônibus e uma ambulância, em chamas. 

    ​Ontem (6), a Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) do estado declarou que a ordem para os ataques foi realizada de um presídio, e que a mesma foi motivada após a morte de um traficante.

    Até o momento, a polícia confirmou a prisão de 16 pessoas supostamente envolvidas nos ataques, segundo o UOL.

    Por conta da situação caótica, Manaus suspendeu a circulação de ônibus e a vacinação contra a COVID-19 na manhã de hoje (7), assim como as aulas presenciais da rede municipal ao longo de todo o dia, de acordo com a mídia.

    Mais:

    Manaus anuncia vacinação de jovens entre 18 e 29 anos com comorbidades
    Madrugada violenta: 17 veículos, incluindo ônibus e 1 ambulância, são incendiados em Manaus
    Desvios na Saúde: operação da PF em Manaus faz buscas na casa do governador Wilson Lima
    Tags:
    incêndio, violência, Amazonas, Manaus
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar