22:23 23 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Brasil lidando com COVID-19 no início de junho de 2021 (42)
    1162
    Nos siga no

    A PF deflagrou operação contra desvios na Saúde do Amazonas. A casa do governador Wilson Lima é um dos alvos dos policiais que cumprem 25 mandados judiciais determinados pelo STJ.

    Na manhã desta quarta-feira (2), a Polícia Federal (PF) iniciou uma operação contra a alta cúpula do governo do Amazonas por supostos desvios na Saúde. Agentes fazem buscas na casa do governador Wilson Lima (PSC). Foram determinados pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) 19 mandados de busca e apreensão e 6 de prisão temporária nas cidades de Manaus, no Amazonas, e em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, além de apreensão de bens e valores que ultrapassam R$ 22 milhões.

    Ao cumprir mandado de prisão temporária contra o empresário amazonense Nilton Costa Lins Júnior, a PF foi recebida a tiros. Ainda não está claro se ele fez os disparos para o alto ou em direção aos policiais.  

    O empresário, dono de uma das maiores fortunas da capital amazonense, ficou conhecido como o pai das gêmeas Isabelle e Gabrielle Kirk Lins, que foram nomeadas para cargos públicos pelo prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), para furar a fila da vacinação contra a COVID-19.

    Se ficar comprovado que Lins atirou foi contra os agentes, ele vai responder por tentativa de homicídio. Foram apreendidas quatro armas no local, mas ninguém ficou ferido na ação. O empresário fugiu e está refugiado no Consulado da Suécia, de acordo com informações da Fórum. 

    Há indícios de que funcionários do alto escalão da Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas teriam realizado contratações fraudulentas para favorecer grupo de empresários locais. O secretário de Saúde do estado, Marcellus Campêlo, também está entre os investigados. 

    Esta já é a quarta fase da chamada Operação Sangria, realizada em menos de um ano pela Polícia Federal com foco na gestão de Wilson Lima no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus no Amazonas. 

    Ele deve prestar depoimento no plenário da CPI da Covid ainda nesta quarta-feira (2), para esclarecer a aplicação de recursos federais repassados aos estados no combate à pandemia.

    Tema:
    Brasil lidando com COVID-19 no início de junho de 2021 (42)

    Mais:

    SUS gastou quase R$ 1 bilhão com internações devido a queimadas na Amazônia, diz Fiocruz
    CPI: presidente da comissão acusa governo Bolsonaro de usar povo do Amazonas de 'cobaia'
    'Campeonato da morte': senadores da CPI da Covid reagem sobre realização da Copa América no Brasil
    Tags:
    saúde, mandado de busca e apreensão, operação, Polícia Federal, CPI, Manaus, Amazonas, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar