01:15 15 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Brasil vs. coronavírus no fim de maio de 2021 (47)
    0 22
    Nos siga no

    Farmacêutica envia vacinas relacionadas ao primeiro contrato com governo brasileiro. Após novo acordo fechado em maio, mais 100 milhões de doses adicionais serão entregues no quarto trimestre.

    A Pfizer informou que entregará ao Ministério da Saúde 2,4 milhões de doses da vacina contra COVID-19 ainda na primeira semana de junho, segundo o UOL. O envio será realizado por meio de três lotes em diferentes dias.

    Esses lotes contam como a sexta remessa de vacinas da farmacêutica para o Brasil. No total, 5,8 milhões de doses foram entregues ao PNI (Plano Nacional de Imunização) desde 29 de abril, quando o primeiro lote foi encaminhado.

    As vacinas serão entregues no Aeroporto de Viracopos, em Campinas, no estado de São Paulo, e vão cumprir o seguinte calendário: na terça-feira 1º e quarta-feira 2, chegarão 936 mil doses por dia, na quinta-feira 3, serão entregues as 527 mil doses restantes.

    O primeiro contrato da Pfizer com o governo federal prevê, no total, a entrega de 100 milhões de doses do imunizante até o fim do terceiro trimestre de 2021. Um novo acordo fechado em maio prevê 100 milhões de doses adicionais no quarto trimestre deste ano, segundo a mídia.

    Tubos de testes são vistos na frente dos logotipos da Pfizer da BioNTech, 21 de maio de 2021
    © REUTERS / Dado Ruvic
    Tubos de testes são vistos na frente dos logotipos da Pfizer da BioNTech, 21 de maio de 2021

    De acordo com o portal G1, nesta segunda-feira (31), o governo do estado de Minas Gerais começou a distribuir a 21ª remessa de vacinas da Pfizer e da AstraZeneca no estado.

    Tema:
    Brasil vs. coronavírus no fim de maio de 2021 (47)

    Mais:

    Anvisa amplia para 31 dias período de armazenamento da Pfizer
    EMA aprova vacina da Pfizer para jovens de 12 a 15 anos
    COVID-19: médico explica razões que levaram a Pfizer a retardar testes de vacina em grávidas
    Tags:
    novo coronavírus, vacinação, Brasil, Pfizer
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar