02:35 21 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Brasil vs. coronavírus no fim de maio de 2021 (47)
    2110
    Nos siga no

    O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, afirmou que o general Eduardo Pazuello, ex-ministro da Saúde, sabe que "cometeu um erro" ao participar de um ato político ao lado do presidente Jair Bolsonaro.

    Presente no passeio de moto promovido por Bolsonaro, neste domingo (23), no Rio de Janeiro, Pazuello subiu no carro de som e fez um discurso.

    O ex-ministro, Bolsonaro e os apoiadores do presidente no palanque estavam sem máscara, descumprindo as medidas sanitárias contra a COVID-19.

    Pazuello é general da ativa, e o regulamento do Exército proíbe participação de militares em atos políticos.

    "Eu já sei que o Pazuello já entrou em contato com o comandante informando ali, colocando a cabeça dele no cutelo, entendendo que ele cometeu um erro", afirmou Mourão a jornalistas na chegada ao Palácio do Planalto, nesta segunda-feira (24), conforme publicou o G1.
    Ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello participa, ao lado do presidente Jair Bolsonaro, de manifestação no Rio de Janeiro
    © AP Photo / Bruna Prado
    Ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello participa, ao lado do presidente Jair Bolsonaro, de manifestação no Rio de Janeiro

    Mourão, que é general da reserva, disse considerar "provável" uma punição a Pazuello dentro do Exército.

    "É provável que seja [punido]. É uma questão interna do Exército. Ele [Pazuello] também pode pedir transferência para a reserva, e aí atenuar o problema", disse o vice-presidente.

    Mourão afirmou ainda que acredita que o episódio será conduzido "à luz do regulamento".

    "Isso tem sido muito claro em todos os pronunciamentos dos comandantes militares e do próprio ministro da Defesa", acrescentou.

    Tema:
    Brasil vs. coronavírus no fim de maio de 2021 (47)

    Mais:

    Presidente da CPI da Covid, senador quer criminalizar recomendação de remédio sem comprovação
    Pazuello será convocado para novo depoimento na CPI da Covid
    'Excepcional ministro': Bolsonaro sai em defesa de Ricardo Salles
    Tags:
    exército, punição, comício, ato, general, Eduardo Pazuello, Antonio Hamilton Mourão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar