00:58 24 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Brasil enfrentando COVID-19 no início de maio de 2021 (52)
    32113
    Nos siga no

    Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin afirmou em uma entrevista nesta segunda-feira (10) que o populismo totalitário é a "antessala do golpe".

    Fachin, que está prestes a assumir a presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), concedeu uma entrevista ao jornal Correio Braziliense e comentou suas expectativas para as eleições de 2022.

    Para ele, o "populismo totalitário" é um perigo que ronda a democracia brasileira. O ministro ressaltou que será necessário preservar o sistema eleitoral brasileiro.

    "O populismo totalitário ronda a democracia brasileira. É fundamental esse alerta, porquanto é antessala do golpe", afirmou Fachin. Em seguida, ele disse que "o mais grave é essa visão personificada do povo em contraste com as instituições. As eleições de 2022 trazem à tona um imperativo categórico: preservar o sistema eleitoral brasileiro".

    As declarações do ministro do STF acontecem no esteio dos recentes pronunciamentos do presidente Jair Bolsonaro. Na última quinta-feira (6), ele afirmou que "se não tiver voto impresso, é sinal que não vai ter eleição". Depois, em sua live semanal, concluiu: "Acho que o recado está dado".

    Fachin disse ainda que é preciso uma união em meio a diversidade. "Precisamos sair da crise sem sair da democracia", comentou.

    Além das eleições de 2022, Edson Fachin também falou sobre a pandemia e a operação da Polícia Civil na favela do Jacarezinho, no Rio de Janeiro.

    Para o ministro, a pandemia trouxe um momento de luto e tensão permanentes. Ele também entende que há uma "recessão democrática e de indicadores contundentes de barbárie", e citou os mais de 400 mil mortos pela COVID-19 e a operação que terminou com 29 mortos no Jacarezinho.

    "As funções públicas precisam estar à altura desses desafios, começando por reconhecer as falhas e as tragédias, senão colapsaremos, e a vida será mesmo absurdamente descartável", concluiu.
    Ministro do STF, Luiz Edson Fachin, durante sessão plenária em Brasília
    © Folhapress / Pedro Ladeira
    Ministro do STF, Luiz Edson Fachin, durante sessão plenária em Brasília
    Tema:
    Brasil enfrentando COVID-19 no início de maio de 2021 (52)

    Mais:

    Edson Fachin manda juízes soltarem presos de grupo de risco em presídios superlotados
    Fachin levará ao plenário do STF denúncia contra Lira
    Fachin anula todas as condenações de Lula na Lava Jato
    Arthur Lira reage à decisão de Fachin: 'Lula pode até merecer; Moro, jamais!'
    Tags:
    Brasil, COVID-19, Edson Fachin, STF, TSE, golpe, golpe militar, golpe de Estado, golpe explícito, golpes militares, democracia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar