01:05 21 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Brasil enfrentando COVID-19 no início de maio de 2021 (52)
    2621
    Nos siga no

    O presidente Jair Bolsonaro disse nesta sexta-feira (7) que decreto contra medidas restritivas para conter pandemia da COVID-19 está pronto, mas não revelou se vai publicá-lo.

    O chefe de Estado afirmou ainda que, caso ele seja editado, "todos cumprirão". Na quarta-feira (5), ao comentar sobre a questão pela primeira vez, ele havia dito que a Justiça não poderá contestar a medida

    "Se baixar um decreto, que já está pronto, todos cumprirão. Por que todos cumprirão? Porque esse decreto nada mais é que a cópia dos incisos do artigo 5º da Constituição que todos nós juramos defendê-la", disse Bolsonaro durante evento para inaugurar uma ponte entre Rondônia e Acre, segundo o jornal O Globo.

    'Meu Exército'

    O presidente também voltou a usar a expressão "meu Exército" para falar sobre as medidas de isolamento social, recomendadas por especialistas e pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Bolsonaro, desde o início da pandemia, colocou-se contra quarentenas ou restrições à circulação e ao comércio.

    "Minha Marinha, o meu Exército e a minha Aeronáutica jogam dentro das quatro linhas da Constituição", afirmou. "Mas também não admitiremos quem queria jogar fora das quatro linhas da nossa Constituição", acrescentou.
    Tema:
    Brasil enfrentando COVID-19 no início de maio de 2021 (52)

    Mais:

    'Um manda, o outro obedece': CPI da Covid pode responsabilizar Pazuello pelo caos da pandemia?
    Chefe da OMS elogia promessa dos EUA de apoiar quebra de patentes das vacinas contra COVID-19
    Bolsonaro rebate senadores da CPI da Covid e defende cloroquina: 'Não encha o saco'
    Tags:
    isolamento, Jair Bolsonaro, novo coronavírus, pandemia, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar