23:57 23 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Brasil enfrentando COVID-19 no início de maio de 2021 (52)
    237
    Nos siga no

    A Justiça do Rio de Janeiro anulou todos os decretos da prefeitura da capital sobre medidas restritivas de deslocamento, que tentavam conter o avanço da pandemia de COVID-19.

    A decisão é da juíza Regina Lúcia Chuquer de Almeida Costa de Castro Lima, da 6ª Vara de Fazenda Pública, do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, e é válida não só para os decretos em vigor, mas também os futuros, conforme noticiou o jornal Estadão.

    A prefeitura do Rio informou que vai recorrer da determinação.

    "A decisão do TJRJ alcança apenas os decretos municipais. Até que seja peticionado e analisado o recurso da Procuradoria do Município, na cidade do Rio serão consideradas as medidas restritivas do Estado", disse a prefeitura em nota.

    ​Com a decisão da Justiça, o acesso às praias da cidade agora está liberado aos finais de semana. As pessoas também voltam a ter permissão para permanecer nas ruas entre 23h e 5h da manhã.

    A determinação atendeu a uma ação popular do deputado estadual Anderson Moraes (PSL). No pedido, Moraes alega que os decretos representam uma "violação de direitos fundamentais da população".

    O despacho de Regina Lúcia Chuquer estende determinação anterior, do mês de abril, que não citava o decreto 48.761. Este já estava em vigor e prorrogava as medidas restritivas na cidade.

    Tema:
    Brasil enfrentando COVID-19 no início de maio de 2021 (52)

    Mais:

    Atraso para tomar 2ª dose não prejudica imunização contra a COVID-19, explica infectologista
    Relato sobre cloroquina foi o mais grave, mas CPI da Covid está no '0 a 0', diz especialista
    Bolsonaro sugere que a China criou a COVID-19 e uma 'guerra química'
    Tags:
    restrições, justiça, medidas, Rio de Janeiro, pandemia, novo coronavírus, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar